Ouça a rádio

Compartilhe

Megaleite é aberta com programação variada após pausa por causa da pandemia

 A organizadora do evento espera que 60 mil pessoas passem pelo Parque da Gameleira até o próximo dia 18 

A feira terá torneiros leiteiros, leilões, comidas típicas, atrações musicais e minifazenda

Depois de dois anos de pausa em função da pandemia, a Exposição Agropecuária - 17ª Exposição Brasileira do Agronegócio do Leite - Megaleite 2022 - foi oficialmente aberta, nesta quarta-feira (15), com a presença do vice-governador Paulo Brant, do prefeito de Belo Horizonte, Fuad Norman, do vice-presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), do deputado estadual Antônio Carlos Arantes e do presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais (FAEMG), Antônio Pitangui de Salvo. A Associação Brasileira dos Criadores de Girolando - organizadora do evento - espera que 60 mil pessoas passem pelo Parque da Gameleira até o próximo dia 18 e que o faturamento seja superior a R$ 30 milhões.

A despeito da festa, o setor leiteiro enfrenta uma grave crise com o aumento dos custos de produção – reflexos do período pós-pandêmico e da Guerra da Ucrânia – baixa remuneração dos médios e pequenos produtores, com muitos deles abandonando a atividade. “Tivemos uma queda de 6% da produção no ano passado e de 10% somente no primeiro trimestre desse ano, exatamente, em função dos criadores que estão trocando de ramo”, disse o presidente da Associação dos Criadores de Girolando, Odilon de Rezende Barbosa.

Segundo ele, essa situação, inclusive, já está impactando significativamente no preço do leite, com valores pagos acima de R$ 3 ao produtor. “O que é bom, por um lado. O problema é o produto chegar muito caro na gôndola do supermercado e encalhar, o que geraria outro entrave para o setor. Esta é uma equação difícil”, reconheceu.

O vice-governador Paulo Brant concorda com o presidente da Girolando, dizendo que essa situação desfavorável e “extremamente sacrificante para os pecuaristas de leite” é “inaceitável”, uma vez que trata-se do maior estado produtor de leite do país. “Precisamos fazer alguma coisa, o quê, é uma resposta que não temos. Precisamos sentar e conversar: governo, Federação da Agricultura e Associação dos Criadores de Girolando, entre outras entidades, para tentarmos descobrir. Algo precisa ser feito”.

Atrações

A feira terá torneiros leiteiros, leilões, comidas típicas, atrações musicais e minifazenda. São esperados pecuaristas de vários países e mais de 1500 exemplares das raças bovinas Girolando, Gir Leiteiro, Guzerá, Jersey, Simental e Simbrasil. Os animais participarão das competições de julgamento e torneio leiteiro, além de mostras, leilões e shoppings de bovinos.

A programação inclui ainda lançamentos de novas tecnologias, palestras, reuniões técnicas, Encontro dos Produtores de Leite promovido pela Federação da Agricultura do Estado de Minas Gerais (FAEMG) e uma vila gastronômica.

“Ao todo, 1300 animais foram colocados no Parque da Gameleira, o que demonstra claramente o interesse e a importância do evento para os produtores. Quem vier ao Parque em busca de novas tecnologias, de conhecimento, certamente não vai se arrepender. Estamos orgulhosos de proporcionar essa experiência tão completa, profissional e amistosa aos nossos criadores e ao público em geral”, disse Odilon.

Evolução Genética

A Girolando vai lançar nesta quinta (16), o novo sumário da raça com 15 novas aptidões desenvolvidas geneticamente, pela Embrapa Gado de Leite

“Já tínhamos quatro aptidões. Agora, estamos dando um salto para 19. São características que toram o gado mais produtivo, mais saudável, mais resistente ao calor, o que significa uma maior rentabilidade para o produtor”.

Deputado destaca melhora da produtividade do setor

Rentabilidade

A Megaleite também pode ser um espaço de reflexão para a melhoria das condições de trabalho e rentabilidade dos pecuaristas de leite porque, a cada ano, surgem novas tecnologias e equipamentos que facilitam a vida do produtor. É preciso qualificar mais do que nunca a mão de obra para tirar um produto que é tão importante. Então, sem dúvida, toda feira que tem novos produtos, novos medicamentos, novas ordenhas mecânicas e novas metodologias, é uma ótima oportunidade para o produtor se atualizar e levar para sua fazenda, sua propriedade, possíveis novidades”, Antônio Pitangui de Salvo, presidente da FAEMG (Federação da Agricultura do Estado Minas Gerais).

“A Megaleite é super importante pelo avanço tecnológico que oferece. Mostra o que tem de melhor em termos de tecnologia na bovinocultura de leite. É onde os produtores podem mostrar toda a produtividade e qualidade de seus rebanhos”, vice-presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado estadual Antônio Carlos Arantes.

Programação

Dentre as exposições programadas, a Megaleite sediará a 31ª Exposição Nacional de Girolando, que terá 600 vagas para as competições de julgamento e 22 para o torneio leiteiro. As inscrições terão início no dia 4 de abril pelo Portal Web Girolando.

Julgamento - Cada expositor poderá inscrever até 12 animais para o julgamento de cada composição racial e até quatro animais para mostra. Os expositores que efetuarem as inscrições até 27 de maio poderão sugerir o jurado efetivo para o evento.

Torneio Leiteiro – O período de inscrições vai de 4 de abril a 27 de maio. Cada expositor poderá inscrever até três animais, mediante disponibilidade de vagas.

Tratadores (para alojamento no Parque da Gameleira)

• De 4 de abril a 5 de junho

• A partir de 06/06/2022

A entrada é franca. Será arrecadado um litro de leite, por pessoa. Mas a doação não é obrigatória. O montante será doado para quatro entidades de BH.

O Parque da Gameleira fica na Av. Amazonas, 6020. Para mais informações, acesse: www.megaleite.com.br

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido