Ouvindo...

Times

Enem 2023: saiba quais universidades portuguesas aceitam o exame

Confira as universidades de Portugal que aceitam a nota do Enem em processos seletivos

Você sabia que além de instituições brasileiras o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) também pode garantir uma vaga no Ensino Superior em Portugal? Desde 2014, os resultados das provas podem ser usados em processos seletivos de instituições de educação portuguesas.

A possibilidade é fruto de um acordo feito entre o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e mais de 50 instituições de ensino do país europeu. Apesar de facilitar a entrada dos estudantes brasileiros nas universidades portuguesas, o governo brasileiro não fornece Financiamento Estudantil para ajudar no custeio dos cursos fora do país. Em Portugal, 80% dos alunos estudam em universidades públicas, no entanto, mesmo nestas há taxas de coparticipação nos custos do ensino.

Os candidatos interessados em estudar em Portugal devem ficar atentos a regras que serão definidas pelas instituições, uma vez que elas são independentes para definir as regras e os pesos para o uso das notas. Além disso, as universidades são responsáveis pela comunicação oficial do regulamento.

Guia do Enem 2023

Posso levar lápis e borracha no Enem?

Pode ir de bermuda no Enem?

Saiba em que situações candidatos podem solicitar reaplicação do Enem

Enem 2023: taxa de abstenção no primeiro dia de provas é de 28,1%

Veja quais universidades portuguesas aceitam o Enem

  1. Universidade de Coimbra (UC)

  2. Universidade do Algarve (UAlg)

  3. Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria)

  4. Instituto Politécnico de Beja (IPBeja)

  5. Instituto Politécnico do Porto (P.Porto)

  6. Instituto Politécnico Portalegre (IPP)

  7. Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA)

  8. Instituto Politécnico de Coimbra (IPC)

  9. Universidade de Aveiro (UA)

  10. Instituto Politécnico da Guarda (IPG)

  11. Universidade de Lisboa (ULisboa)

  12. Universidade do Porto (U.Porto)

  13. Universidade da Madeira (UMa)

  14. Instituto Politécnico de Viseu (IPV)

  15. Instituto Politécnico de Santarém (IPSantarem)

  16. Universidade dos Açores (UAc)

  17. Universidade da Beira Interior (UBI)

  18. Universidade do Minho

  19. Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (Cespu)

  20. Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Universidade Lusófona)

  21. Instituto Politécnico de Setúbal (IPS)

  22. Instituto Politécnico de Bragança (IPB)

  23. Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB)

  24. Universidade Lusófona do Porto (ULP)

  25. Universidade Portucalense (UPT)

  26. Instituto Universitário da Maia (Ismai)

  27. Instituto Politécnico da Maia (Ipmaia)

  28. Universidade Católica Portuguesa (UCP)

  29. Universidade Fernando Pessoa (UFP)

  30. Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida (Ispa)

  31. Instituto Leonardo da Vinci (ILV)

  32. Escola Superior de Saúde do Alcoitão (Essa)

  33. Universidade Lusíada – Norte

  34. Universidade Lusíada

  35. Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC)

  36. Escola Superior Artística do Porto (Esap)

  37. Universidade Europeia

  38. Instituto Universitário de Lisboa (Iscte-IUL)

  39. Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha Portuguesa (ESSNorteCVP)

  40. Universidade Autônoma de Lisboa (UAL)

  41. Instituto Politécnico da Lusofonia (Ipluso)

  42. Instituto de Estudos Superiores de Fafe (IESFafe)

  43. Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes (Ismat)

  44. Instituto Superior Dom Dinis (Isdom)

  45. Instituto Superior de Gestão (ISG)

  46. Instituto Superior de Gestão e Administração de Santarém (Isla Santarém)

  47. Instituto Superior de Gestão e Administração de Gaia (Isla Gaia)

  48. Instituto Português de Administração de Marketing (Ipam) de Lisboa

  49. Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC)

  50. Instituto Português de Administração de Marketing (Ipam) do Porto

  51. Universidade Nova de Lisboa

Ana Luisa Sales é estudante de jornalismo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Na Itatiaia desde 2022, já passou por empresas como ArcelorMittal e Record TV Minas. Atualmente escreve para as editorias entretenimento, curiosidades e cidades.
Leia mais