Ouvindo...

Times

Governo estuda abrir mais vagas em operação de repatriação para cidadãos de países da América do Sul

Brasil tem recebido pedidos de ajuda na repatriação dos países vizinhos desde o início da operação

O Brasil estuda abrir mais vagas nos voos de repatriação de cidadãos da região da guerra entre Israel e Hamas para poder trazer cidadãos de países da América do Sul que pediram ajuda.

A informação foi divulgada pelo ministro da Secretaria de Comunicação, Paulo Pimenta, neste domingo (22), em uma transmissão ao vivo pelo Instagram. “Temos recebido pedidos dos nossos irmãos argentinos, uruguaios, bolivianos, chilenos e peruanos que não tem uma logística como a nossa [para a repatriação]. Tendo a achar que nos próximos dias, vamos aumentar o número de vagas para que os irmãos que estão lá possam também retornar. Isso se chama solidariedade”, afirmou Pimenta.

O governo brasileiro tem recebido pedidos de ajuda na repatriação dos países vizinhos desde o início da operação. Mas a prioridade, até o momento, está em fazer o resgate dos nacionais.

Na viagem de repatriação mais recente, finalizada no sábado (21), três bolivianos embarcaram para o Brasil na aeronave KC-390 da Força Aérea Brasileira junto de 66 brasileiros e nove animais de estimação.

Foi a primeira vez que o governo brasileiro conseguiu atender a um pedido dos vizinhos. Com o anúncio de Pimenta, a presença de sul-americanos dos voos da FAB devem se tornar mais comuns.

De acordo com integrantes do governo brasileiro, os próximos voos da Força Aérea Brasileira vão ocorrer por demanda. E na medida em que houver vagas abertas serão oferecidas para cidadãos de outros países vizinhos que não têm a mesma logística.

Até o momento, o Brasil repatriou 1204 pessoas e 44 pets em 7 voos do Oriente Médio para o Brasil.

Brasileiros em Gaza

O ministro da Secretaria de Comunicação também falou dos 30 brasileiros que estão na Faixa de Gaza e aguardam a abertura da fronteira com o Egito para embarcar de volta ao Brasil.

Pimenta disse que o resgate dessas famílias é uma prioridade para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).“Estamos trabalhando dia e noite, todos os dias, para também possibilitar que os brasileiros e brasileiras que estão em Gaza também possam voltar para casa com segurança. Tratativas diplomáticas com Egito, com Israel, com todos os setores envolvidos tem sido uma prioridade da diplomacia do Brasil e do próprio presidente Lula”, afirmou.

“Então, logo que seja possível, vamos garantir que esta possibilidade seja garantida para as famílias brasileiras que estão em Gaza”, completou Pimenta.

Acompanhe as últimas notícias produzidas pela CNN Brasil, publicadas na Itatiaia.
Leia mais