Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Você sabe o que é a mastopexia? Confira objetivo e se é possível realizar o procedimento sem prótese

Confira tudo sobre o procedimento aqui

A mastopexia é um procedimento cirúrgico que visa corrigir a flacidez e a queda dos seios. Através de uma incisão cirúrgica, é realizada a remoção do excesso de pele e musculatura que estão caídas, e a auréola também é reposicionada. Esse processo permite elevar a mama de volta à sua posição original, resultando em um contorno mais firme e rejuvenescido.

Ao considerar a mastopexia, é essencial compreender as etapas do procedimento, os resultados esperados e os cuidados pós-operatórios para tomar uma decisão informada e alcançar os resultados desejados de maneira segura. O procedimento é indicado para pacientes que, em geral, estão satisfeitas com o volume dos seios, mas descontentes com o excesso de flacidez ou caimento deles. A seguir, entenda melhor como é realizada a mastopexia e quais os benefícios dela.

Leia também

Como é feita a mastopexia?

A mastopexia deve ser realizada por um cirurgião plástico apto e de confiança. O primeiro passo consiste na avaliação clínica, na qual são solicitados exames para verificar o quadro de saúde da paciente.

O procedimento tem uma duração média entre duas ou três horas, de acordo com o tamanho das mamas e a cirurgia pode ser realizada usando anestesia local com sedação, anestesia geral ou peridural.

Durante a consulta pré-operatória, o cirurgião vai apresentar os resultados possíveis com a técnica e os riscos relacionados, que podem incluir hematomas, seromas, infecção, necrose de pele e de aréola e deiscência de pontos, que são intercorrências inerentes a qualquer procedimento cirúrgico, ainda que não consistam em complicações sérias.

A prótese é necessária?

Uma dúvida frequente entre as pacientes interessadas em realizar a mastopexia refere-se ao uso de prótese de aumento. Nem sempre a prótese é utilizada, mas é uma opção em caso de mamas com volumes reduzidos ou quando a paciente solicita um aumento de mama associado à mastopexia.

Quando já existe um volume razoável, suficiente para um bom resultado final somente com o levantamento, o procedimento não é associado à colocação de prótese.

Muitas pacientes que desejam associar a mastopexia com a prótese o fazem por acreditarem que essa opção garantirá uma mama levantada por mais tempo. Entretanto, isso não é verdade. Dependendo do peso da prótese, essa associação pode, inclusive, acelerar o caimento dos seios.

O mesmo ocorre com a colocação de prótese submuscular. Nesses casos, o efeito imediato é de uma mama mais alta, pois ela é sustentada pelos músculos peitorais. No longo prazo, no entanto, os seios continuam sob efeito da gravidade e podem ficar caídos.

O que acontece com as mamas?

As mamas poderão ter seu volume reduzido, aumentado se este for o caso, ou apenas ser remodelada e levantada através da cirurgia; entretanto, passarão por vários períodos evolutivos:

  • Período imediato: vai do primeiro ao 30º dia; as mamas já apresentam um aspecto bem melhorado, sua forma estará aquém do resultado planejado. Nenhuma mama ficará “perfeita” no pós-operatório nesta fase;
  • Período mediato: vai do 30º dia até o 8º mês; a mama estará mais próxima da forma definitiva. É comum alguma insensibilidade ou hipersensibilidade do mamilo;
  • Período tardio: vai do 8º ao 18º mês; período que a mama atinge seu aspecto definitivo (cicatriz, forma, consistência, volume, sensibilidade). Espera-se sempre uma acomodação da mama (chamamos de báscula) e o grau de elasticidade da pele das mamas tem grande importância no resultado final.
O que é o soutien interno ou internal bra?

Trata-se de uma sutura com o desenho semelhante a um aro de soutien, feita no sulco mamário que impede que toda a base da mama escorregue. O soutien interno não impede que as mamas caiam novamente. Apenas cria um reforço na parte inferior evitando um deslocamento do sulco mamário.

Quando se alcança o resultado definitivo após a mastopexia?

Entre o 12º e 18º mês.

Como é a cicatrização da mastopexia?

A mastopexia deixa cicatrizes?

Podem ser em formato de “T”, em “L”, “I”ou periareolar. Vai depender do tamanho e grau de flacidez de cada mama. Porém qualquer cicatriz passará por diferentes fases:

  • Período imediato: vai até o 30º dia; apresenta-se pouco visível e algumas apresentam uma reação discreta aos pontos ou ao curativo;
  • Período mediato: vai do primeiro ao 12º mês; neste período, acontece um espessamento normal da cicatriz e mudança na tonalidade da sua cor. Pode passar do “vermelho” para o “marrom” mas, aos poucos, vai clareando;
  • Período tardio: vai de 1 ano a 1 ano e meio; a cicatriz tornar-se mais clara e menos consistente atingindo, assim, o seu aspecto definitivo. A avaliação do resultado definitivo da cicatriz das mamas deverá ser feita após este período.

Algumas pacientes ficam com cicatrizes bem visíveis após a mastopexia. Isso acontece porque certas pacientes apresentam uma tendência à cicatrização hipertrófica ou ao queloide. Pessoas de pele clara têm menor probabilidade de sofrer desta complicação cicatricial. Porém existem diversas opções para a prevenção e o tratamento destas cicatrizes que serão prescritos no seu devido tempo de cicatrização.

Existe correção para cicatrizes grossas?

Existem recursos clínicos e cirúrgicos que nos permitem prevenir e melhorar cicatrizes inestéticas, na época adequada. Porém não se deve confundir o “período mediato” da cicatrização normal (do 30º dia até o 12º mês) com uma complicação cicatricial.

Recomendações pré-operatórias

  • Em caso de gripe ou indisposição, avise ao médico responsável o quanto antes;
  • Comparecer ao hospital para internação em jejum de 8 horas, inclusive de água, obedecendo ao horário estabelecido;
  • Evite bebidas alcoólicas, drogas ou refeições muito pesadas na véspera da cirurgia;
  • Programe-se para um repouso relativo de 15 dias.

Como é o pós-operatório?

O que acontece em caso de gravidez?

O resultado, poderá ser preservado, desde que não haja um aumento de peso excessivo na nova gestação, nem um aumento excessivo das mamas. Também dependerá do grau de elasticidade desta pele.

Quanto à lactação e amamentação, poderá ser prejudicada se a redução da mama na cirurgia tiver sido muito acentuada, ou dependendo da técnica utilizada.

O pós-operatório da mastopexia dói?

Geralmente não, mas sempre deve ser evitada a movimentação excessiva dos braços e esforços.

Quais os riscos da mastopexia?

Raramente a mastopexia tem complicações sérias, mas intercorrências inerentes a qualquer procedimento cirúrgico podem acontecer como hematomas, seromas, infecção, necrose de pele e de aréola, deiscência de pontos, entre outros.

Qual a anestesia é usada na cirurgia de mastopexia?

Local com sedação assistida ou anestesia geral.

Quanto tempo dura a cirurgia de mastopexia?

Depende do tipo e tamanho de cada mama. Em média 2 a 3 horas.

Qual o período de internação para a cirurgia?

12 horas.

São usados curativos após a cirurgia?

Sim. Curativos adaptados a cada tipo de mama que são retirados após 24hs, e uma microporagem da cicatriz que permanecerá por mais tempo, além do soutien adequado para o pós-operatório por 30 dias.

Os pontos são retirados após a mastopexia?

Não. São dados pontos internos que serão absorvidos.

Após a mastopexia, quando poderei tomar banho completo?

Após 24 horas.

Após a mastopexia quando poderei retornar a academia?

Após 30 dias, com recomendações.

Devo fazer drenagens linfáticas após a mastopexia?

Sim. Liberamos iniciar as drenagens linfáticas na primeira semana para auxiliar na redução do inchaço e remodelação das cicatrizes.

Recomendações pós-operatórias

  • Evitar esforços nos 15 primeiros dias;
  • Usar o soutien cirúrgico por 30 dias;
  • Por 30 dias é proibido: movimentos bruscos com os braços, pegar peso, deitar de lado ou de bruços e elevar os braços acima da linha dos ombros;
  • Não se exponha ao sol nem retorne as atividades físicas sem liberação médica;
  • Evite as atividades físicas por no mínimo 15 dias;
  • Alimentação normal;
  • Suas mamas ainda não estarão com o formato definitivo, por isso aguarde o tempo de no mínimo 3 meses para melhor definição.

Participe dos canais da Itatiaia:

Cirurgiã Plástica mineira, radicada em São Paulo. Especialista em cirurgias estéticas, faciais e corporais. CRM: 106.491 / RQE: 25827
Leia mais