Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

PF faz operação para investigar uso irregular de sistema de geolocalização pela Abin

Ação acontece após medidas judiciais expedidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF)

A Polícia Federal (PF) deflagrou, nesta sexta-feira (20), a Operação Última Milha para investigar o uso indevido do sistema de geolocalização de dispositivos móveis sem a autorização judicial por servidores da Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

A ação acontece após medidas judiciais expedidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Foram cumpridos 25 mandados de busca e apreensão, dois mandados de prisão preventiva e medidas cautelares de prisão nos estados de São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Goiás e no Distrito Federal.

Ministros do Supremo teriam sido alvo de espionagem da Abin

PF apreende U$ 171 mil em operação contra servidores da Abin

Segundo as investigações, o sistema de geolocalização utilizado pela Abin é um software intruso na infraestrutura crítica de telefonia brasileira. Houve diversas invasões com a utilização do recurso.

Também é apurado a atuação de dois servidores da Abin que usaram o conhecimento sobre o uso indevido como meio de coerção para evitar uma possível demissão em processo administrativo disciplinar.

Os investigados podem responder pelos crimes de invasão de dispositivo informático alheio, organização criminosa e interceptação de comunicações telefônicas, de informática ou telemática sem autorização judicial ou com objetivos não autorizados em lei.

Acompanhe as últimas notícias produzidas pela CNN Brasil, publicadas na Itatiaia.
Leia mais