Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Homem ateia fogo ao próprio corpo em frente a tribunal onde Trump é julgado

Ainda não se sabe se o incidente tem relação com o julgamento; homem foi levado para o hospital em estado crítico

Um homem ateou fogo no próprio corpo, na tarde desta sexta-feira (19), em frente à corte de Nova York, onde ocorre o julgamento de Donald Trump. O ex-presidente dos Estados Unidos é acusado de comprar o silêncio de uma atriz pornô com quem supostamente teve uma relação extraconjugal em 2006.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram o homem envolto às chamas. Em entrevista coletiva, o chefe do Departamento de Polícia de Nova York, Jeffrey B. Maddrey, disse que o homem foi socorrido e encaminhado para a Unidade de Queimados de Cornell. Segundo Maddrey, o estado de saúde dele é crítico.

O chefe da NYPD contou que o homem foi até a parte central do Collect Pond, parque em frente ao tribunal onde Trump está sendo julgado, e abriu a mochila. Ele espalhou alguns panfletos pelo chão e derramou um líquido sobre o próprio corpo, que as autoridades acreditam que seja uma espécie de pasta de álcool, usada para limpeza. Em seguida, o homem se incendiou.

Leia também

Maddrey disse que o homem chegou a andar alguns passos após atear fogo em si mesmo, mas logo caiu no chão. Populares e policiais tentaram conter as chamas utilizando casacos e extintores. Após o fogo apagar, o homem foi socorrido.

Segundo as investigações, o homem tem 37 anos e é da cidade de Saint Augustine, na Flórida. Testemunhas e familiares afirmam que ele está em Nova York desde o início da semana. O chefe dos detetives da NYPD, Joseph Kenny, disse que a polícia ainda não está claro se o incidente está relacionado ao julgamento de Trump.


Participe dos canais da Itatiaia:

Fernanda Rodrigues é repórter da Itatiaia. Graduada em Jornalismo e Relações Internacionais, cobre principalmente Brasil e Mundo.
Leia mais