Ouvindo...

Times

Atlético é goleado pelo Palmeiras em jogo com Hulk expulso e golaço de Estêvão

Equipes se enfrentaram na noite desta segunda-feira (17) na Arena MRV

O Atlético viveu noite de terror na Arena MRV. Nesta segunda-feira (17), pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, o time comandado pelo técnico Gabriel Milito foi goleado pelo Palmeiras. Com Hulk expulso aos 30 minutos do primeiro tempo, o Alviverde fez do Galo presa fácil e venceu por 4 a 0. Aníbal Moreno, Piquerez, Estêvão e Flaco López marcaram os gols da partida.

A expulsão do principal jogador do Galo gerou bastante revolta pelo lado da torcida atleticana. Ao marcar o terceiro gol, Estêvão provocou a torcida atleticana fazendo sinal de silêncio, o que novamente novamente causou reação da torcida, com copos arremessados no campo e no banco de reservas palmeirense.

O Palmeiras somou três pontos, chegou aos 17 e está na 5ª colocação do Brasileirão. O Galo fica na 9ª posição com 13 pontos. A equipe mineira conheceu a primeira derrota na competição nacional.

O Alvinegro volta a campo na próxima quinta-feira (20) e encara o Vitória no Barradão. O duelo em Salvador está marcado para 18h30 (de Brasília).

O time paulista, por sua vez, recebe o Red Bull Bragantino no Allianz Parque, no mesmo dia. A bola rola a partir das 21h30, para a partida válida pela 10ª rodada.

Leia também

Surpresa de última hora

Recuperado de entorse no tornozelo, o meia Matías Zaracho foi acionado por Milito e iniciou o confronto com o Palmeiras.

Abel repete time

Para encarar o Galo, o técnico Abel Ferreira repetiu os onze jogadores que iniciaram o duelo com o Vasco, na última rodada.

Primeiro tempo

O primeiro tempo na Arena MRV começou com o Atlético partindo para cima dos visitantes. Aos 7 minutos, Hulk perdeu grande chance de abrir o marcador.

Rápido, o Palmeiras também começou a criar suas chances. Principalmente, aproveitando os espaços dados pela defesa atleticana.

Gol do Palmeiras

Aos 24 minutos, aproveitando falha da defesa do Galo, Aníbal Moreno abriu o placar na Arena MRV.

Hulk expulso

Aos 30 minutos, Hulk foi advertido com cartão amarelo, por reclamação. Em seguida, ele foi expulso. Sem aceitar o vermelho, foi em direção à câmera de TV e pediu para que as imagens fossem utilizadas para provar que não ofendeu o árbitro.

O camisa 7 deixou o campo indignado com a decisão da arbitragem. O jogador assistiu ao segundo tempo do jogo do vestiário.

“Ladrão! Ladrão!”

No fim da primeira etapa e na volta do intervalo, a equipe de arbitragem foi bastante hostilizada pela torcida do Atlético, que soltou gritos de “ladrão! ladrão”.

Segundo tempo: virou goleada!

No segundo tempo, o Atlético viu o que era ruim piorar. O Palmeiras construiu uma goleada na casa do Galo. A pior derrota já sofrida pelos mandantes desde a inauguração do estádio.

Aos 15 minutos, Saravia derrubou Zé Rafael na área. Na cobrança de pênalti, Piquerez ampliou para a equipe paulista.

Aos 16, quando o baque do segundo gol ainda era digerido pelos atleticanos, Estevão fez um golaço.

A nova joia do Palmeiras recebeu na ponta direita do campo, arrancou em direção à área e acertou um chute perfeito, sem chances para Matheus Mendes. Na comemoração, pediu silêncio aos torcedores do Galo.

Torcida do Atlético apoia

Logo após o terceiro gol palmeirense, a torcida atleticana começou a cantar e demonstrou apoio, mesmo em meio ao caos.

Palmeiras controla a partida e marca no fim

Com algumas outras chances criadas, o Palmeiras teve oportunidades para ampliar o marcador. Com maior posse de bola, a equipe paulista controlou a partida.

O volume de jogo deu resultado aos 50 minutos da etapa final. Vanderlan foi lançado pelo lado esquerdo, foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro. Flaco López completou para o gol vazio e deu números finais a partida.

Confusão no fim da partida

O final do jogo não acalmou os ânimos dos jogadores. Paulinho, do Atlético, foi para cima de Marcos Rocha, do Palmeiras, reclamando de uma cotovelada sofrida. O camisa 10 alvinegro foi tirar satisfações e tentou agredir o lateral da equipe paulista. O jogador foi expulso.

Atlético 0 x 4 Palmeiras

Atlético

Matheus Mendes; Bruno Fuchs, Igor Rabello (Alisson), Rômulo, Saravia; Igor Gomes, Zaracho, Gustavo Scarpa (Palacios); Hulk, Paulinho, Cadu. Técnico: Gabriel Milito.

Palmeiras

Weverton; Marcos Rocha, Naves, Murilo, Piquerez (Vanderlan); Aníbal Moreno (Gabriel Menino), Zé Rafael, Raphael Veiga; Estêvão (Mayke), Rony (Flaco López), Lázaro (Fabinho). Técnico: Abel Ferreira

Gols: Aníbal Moreno, do Palmeiras, aos 25'/1ºT; Piquerez, do Palmeiras, aos 15'/2ºT; Estêvão, do Palmeiras, aos 16'/2ºT, Flaco López, do Palmeiras, aos 50'/2ºT;
Cartões Amarelos: Igor Rabello, Zaracho, Hulk (CAM); Piquerez, Aníbal Moreno, Estêvão e Rony (SEP).
Cartões Vermelhos: Hulk e Paulinho (CAM);
Público: 31.448
Renda: R$1.945.500,62

Data e horário: segunda-feira, 17 de junho de 2024, às 20h30 (de Brasília)
Local: Arena MRV, em Belo Horizonte-MG
Motivo: 9ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro

Árbitro: Rodrigo José Pereira de Lima (Fifa-PE)
Assistentes: Nailton Júnior de Sousa Oliveira (Fifa-CE) e Francisco Chaves Bezerra Júnior (PE)
Árbitro de vídeo - VAR: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Henrique André é repórter multimídia e setorista do Atlético na Itatiaia. Acumula passagens por Uol Esporte, Jornal Hoje em Dia e outros veículos. Participou da cobertura de grandes eventos, como Copas do Mundo (2014-18) e Olimpíada (2016-2021).
Leonardo Parrela é repórter multimídia na área de esportes na Itatiaia. É formado em Jornalismo pela PUC Minas. Antes da Itatiaia, colaborou com Globo Esporte, UOL Esporte e Hoje Em Dia, onde cobriu Copa do Mundo, Olimpíada e grandes eventos.
Leia mais