Ouça a rádio

Compartilhe

'Silveira tenta jogar com todos ao mesmo tempo, mas não conseguirá por todo o tempo', diz Reginaldo

A grande questão em jogo, até aqui, é que Silveira não abre mão de ser candidato à reeleição, vaga que também é desejo do petista

Em meio a divergências internas sobre a construção de uma aliança entre PSD e PT, o deputado federal Reginaldo Lopes (PT), pré-candidato ao Senado, deu declaração forte depois que o senador Alexandre Silveira (PSD) publicou, em redes sociais, que está junto de Kalil para a eleição. "O Alexandre Silveira tenta jogar com todos ao mesmo tempo, mas não conseguirá jogar com todos por todo o tempo", disse o petista, fazendo referência a convites de outros grupos políticos a Alexandre Silveira. Nesta sexta-feira (13), o senador do PSD esteve em um evento do setor agropecuário que também contou com a presença de Zema. Os dois se sentaram próximos durante o encontro, que também contou com um almoço com lideranças da região. 

A grande questão em jogo, até aqui, é que Silveira não abre mão de ser candidato à reeleição - ele assumiu uma vaga no Senado no início deste ano, com a ida de Anastasia para o Tribunal de Contas da União. Essa candidatura tem estremecido as relações do grupo de Kalil com o PT - Kalil quer ser o candidato de Lula em Minas e ter o apoio dos petistas, só que Reginaldo Lopes (PT) também quer a vaga e tem dado sinais e declarações de que também não abrirá mão de colocar seu nome na disputa. 

Mais cedo, Silveira, que é presidente do PSD em Minas, escreveu que vai unido com Kalil para a disputa. "Pra desespero de muitos, os Alexandres estão juntos. Com a gente aqui não tem molecagem. Podem até procurar pelo em ovo, mas nós vamos unidos com Kalil para o Governo de Minas e Alexandre Silveira para o Senado", escreveu. A mensagem acontece em um contexto em que Silveira vem sendo cortejado por interlocutores do governador Romeu Zema (Novo), que inclusive elogiou o senador abertamente em entrevista à Itatiaia na última quarta-feira. 

Quem também foi às redes sociais neste sábado foi o presidente da Assembleia Legislativa de MG, Agostinho Patrus (PSD), colocado como pré-candidato a vice de Kalil. "Repito: criam mentiras e pior, acreditam nelas", escreveu Patrus. O texto foi interpretado entre políticos como uma reação do presidente do Legislativo mineiro às especulações de que grupos internos no PSD poderiam derrubar a candidatura de Kalil ao governo de Minas. 

Leia Mais

ENTREVISTA EXCLUSIVA

Bolsonaro critica paridade de preços internacionais na Petrobras

INVESTIGAÇÃO

Contador ligado a Lula é suspeito de lavar R$ 16 milhões em loteria com PCC

Eleição 2022

Eduardo Leite anuncia que vai disputar o governo do Rio Grande do Sul pelo PSDB

Decreto

AGU poderá dar parecer sobre temas eleitorais no último ano do governo 

MINISTRO SOLTO

Bolsonaro minimiza prisão de Milton Ribeiro: 'não foi corrupção, foi tráfico de influência. É comum'

Acesso rápido