Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Morte de piloto de paraglider que sofreu infarto durante o voo causa comoção em Sete Lagoas

Gilberto Araújo tinha 50 anos e era instrutor de paraglider; adolescente que estava com ele sobreviveu

Captura de tela 2024-02-12 085441.png

Gilberto era instrutor de paraglider há mais de 20 anos

Reprodução Facebook

O homem de 50 anos que morreu, ontem, após sofrer um infarto durante um voo de paraglider, na Serra de Santa Helena, em Sete Lagoas, era Gilberto Araújo, mais conhecido como Gilberto do Hamburdog. Piloto e instrutor da modalidade, o esportista era bastante conhecido na cidade. No momento do mal súbito, ele voava com uma cliente, uma adolescente de 15 anos, que não sofreu ferimentos graves, mas estava em estado de choque após a queda e precisou ser hospitalizada para realização de exames na coluna e na cabeça. Os dois caíram de uma altura de cerca de 20 metros.

Quando a equipe do Corpo de Bombeiros chegou ao local, encontrou Gilberto em parada respiratória. Foram feitas várias tentativas para reanimá-lo, mas sem sucesso.

A morte de Gilberto causou bastante comoção nas redes sociais. Além de incentivador do esporte, ele era dono de uma lanchonete.

Maria Teresa Leal é jornalista, pós-graduada em Gestão Estratégica da Comunicação pela PUC Minas. Trabalhou nos jornais ‘Hoje em Dia’ e ‘O Tempo’ e foi analista de comunicação na Federação da Agricultura e Pecuária de MG.



Leia mais