Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

‘Para aprender a não roubar mais na favela’, diz suspeito preso por torturar homem na Grande BH

O quarteto bateu no homem com pedaços de madeira e coronhadas de arma de fogo

Os suspeitos pegaram a mão da vítima e cortaram dois dedos com uma faca

Os suspeitos pegaram a mão da vítima e cortaram dois dedos com uma faca

Arquivo PC

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) realizou, nesta terça-feira (23/1), em Contagem, Região Metropolitana Belo Horizonte (RMBH), a operação Cadere in Atrio.

Dois homens, de 22 e 23 anos, foram presos, em Contagem, na região Metropolitana de Belo Horizonte, nesta terça-feira (23), suspeitos de torturarem violentamente um homem de 27 anos. Conforme a Polícia Civil, o crime ocorreu em 25 de junho do ano passado.

Conforme investigações, a vítima, que morava no bairro Jardim Industrial, nas proximidades da Vila Sapolândia, passou perto dos quatro suspeitos no dia do crime e eles falaram que ela não podia mais ficar ali porque estava roubando. Depois disso, o quarteto bateu no homem com pedaços de madeira e coronhadas de arma de fogo.

Segundo a vítima, os suspeitos, enquanto agrediam, diziam que aquilo era para ela “aprender a não roubar mais na favela”.

Após as agressões, os suspeitos pegaram a mão da vítima e cortaram dois dedos com uma faca. Além disso, segundo a polícia, bateram com um pedaço de pau para cortar os dedos mindinho e anelar.

Depois disso a vítima foi expulsa da favela, passou numa farmácia, tomou remédio e foi socorrida próximo de um shopping.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

A Rádio de Minas. Tudo sobre o futebol mineiro, política, economia e informações de todo o Estado. A Itatiaia dá notícia de tudo.
Leia mais