Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Usiminas reinicia operações do Alto Forno 3 após investimento bilionário

O equipamento, que havia sido paralisado em 2023 para modernização, representa 70% da produção de ferro gusa na unidade

Nesta quarta-feira (24), a Usiminas deu início a retomada do Alto Forno 3 em sua unidade de Ipatinga, após um investimento de R$ 2,7 bilhões em reformas. A cerimônia contou com a presença do governador Romeu Zema (Novo), agentes políticos, autoridades e executivos.

O equipamento, que foi paralisado em 2023 para modernização, representa 70% da produção de ferro gusa na unidade. A reforma mobilizou cerca de 9.000 profissionais.

Durante o evento, o presidente da Usiminas, Marcelo Chara, enfatizou os benefícios da modernização em termos de eficiência operacional e sustentabilidade, visando reduzir o impacto ambiental.

Romeu Zema, por sua vez, manifestou sua preocupação com a concorrência do aço chinês e declarou ter solicitado medidas ao Ministério do Desenvolvimento para proteger a indústria nacional. Ele argumentou que é necessário aumentar a taxa de importação do aço chinês, alinhando-se a países como Argentina e México.

Marcelo Chara também abordou as dificuldades enfrentadas devido às importações, mencionando o fechamento do Alto Forno 1 e a regulamentação da produção do Alto Forno 3 em resposta à concorrência, o que resultou na demissão de 100 funcionários. A empresa propõe a implementação de medidas de proteção governamental, inspiradas em ações adotadas por outros países.

Leia mais