Ouvindo...

Times

Membro do cartel de Sinaloa é extraditado para os Estados Unidos, diz Departamento de Justiça

Organização criminosa mexicana atua no narcotráfico e em outros delitos

Um importante integrante do cartel de Sinaloa foi extraditado para os Estados Unidos, segundo anunciou no sábado (25) o Departamento de Justiça americano.

“Esta manhã, Néstor Isidro Pérez Salas, também conhecido como ‘El Nini’, foi extraditado para os Estados Unidos”, disse o procurador-geral, Merrick Garland, que agradeceu às autoridades mexicanas pela cooperação.

O cartel de sinaloa é uma organização criminosa mexicana que atua no narcotráfico e em outros delitos. Segundo Garland, El Nini era “um dos principais pistoleiros ou assassinos do cartel de Sinaloa, responsável pelo assassinato, tortura e sequestro de rivais e testemunhas que ameaçavam a empresa criminosa do narcotráfico”.

Leia também

Pérez Salas é próximo dos filhos do narcotraficante Joaquín “El Chapo” Guzmán, que cumpre pena de prisão perpétua nos Estados Unidos.

El Nini foi detido em novembro de 2023 em Culiacán, noroeste do México e, segundo a justiça americana, também “participou da produção e venda de fentanil para o cartel de Sinaloa, inclusive nos Estados Unidos”.

Em um comunicado no qual agradeceu a seu contraparte mexicano, Andrés Manuel López Obrador, o presidente americano, Joe Biden, disse que Perez Salas tinha um papel “proeminente” no cartel de Sinaloa, ao qual qualificou como “uma das empresas do narcotráfico mais mortais do mundo”.

“Nossos governos vão continuar trabalhando juntos para atacar o fentanil e a epidemia de drogas sintéticas que está matando tantas pessoas em nossos países e em nível global”, acrescentou Biden.

O fentanil sintético é a causa de dezenas de milhares de mortes por ano nos Estados Unidos. Autoridades americanas asseguram que a droga é produzida sobretudo em laboratórios do tráfico no México com substâncias procedentes da China.


Participe dos canais da Itatiaia:

AFP
Agence France-Presse é uma agência de notícias francesa, a AFP cobre a atualidade mundial com uma qualidade única de produção multimídia em vídeos, textos, fotos e infográficos em seis línguas.
Leia mais