Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Grupo atrasa retorno a navio de cruzeiro e é deixado para trás em ilha africana

No dia 27 de março, os passageiros deixaram o navio para fazer um passeio privado enquanto a embarcação estava atracado e não retornaram até às 15h, o horário limite de volta ao navio

Um grupo de oito pessoas foram deixadas para trás em São Tomé e Príncipe após se atrasarem para retornar a um cruzeiro da Norwegian Cruise Line, que navega pela costa ocidental da África.

No dia 27 de março, os passageiros deixaram o navio para fazer um passeio privado enquanto a embarcação estava atracado e não retornaram até às 15h, o horário limite de volta ao navio. Assim, eles foram deixados para trás na ilha.

“Embora esta seja uma situação muito lamentável, os hóspedes são responsáveis por garantir o retorno ao navio no horário publicado, que é amplamente comunicado pelo intercomunicador do navio, na comunicação diária e publicado pouco antes de sair do navio”, disse a companhia, em comunicado.

Os passaportes das oito pessoas foram entregues para agentes portuários locais para que os hóspedes pudessem pegá-los. Agora, eles são responsáveis por chegar ao próximo porto disponível e embarcar novamente no navio.

Leia também

O grupo tentou voltar para o navio na parada prevista Gâmbia, no entanto, a embarcação não atracou devido às condições climáticas adversas e às restrições das marés, que exigem um horário específico para uma passagem segura.

O grupo tentaria embarcar nesta terça-feira (2), quando o cruzeiro fizer a parada em Senegal. Entre as pessoas que tentam voltar ao navio, estão idosos, uma pessoa paraplégica e uma mulher grávida. Um deles estava sem medicação para o coração há cinco dias.

*Com informações da CNN

Participe dos canais da Itatiaia:

Jornalista formada pela PUC Minas. Mineira, apaixonada por esportes, música e entretenimento. Antes da Itatiaia, passou pelo portal R7, da Record.
Leia mais