Ouvindo...

Times

Condenado à pena de morte escapa de tentativa de injeção letal e será executado de forma inédita nos EUA

Kenneth Smith, condenado por assassinato, deve ser executado no Alabama; o método, que priva o condenado de oxigênio, é condenado pela ONU

Esta marcada para a próxima quinta-feira (25), no estado do Alabama, nos Estados Unidos, a execução de um condenado à morte. Kenneth Smith sofrerá asfixia por gás nitrogênio - essa é a primeira vez que esse método será usado nos EUA. Em 2022, ele seria executado com injeção letal, mas sobreviveu ao método.

O juiz R. Austin Huffaker Jr, do Alabama, negou o recurso da defesa de Kenneth Smith, de 58 anos, para não levar adiante a execução. Smith matou uma mulher em março de 1998. O assassinato foi encomendado pelo marido dela, um pastor, segundo a acusação. O marido se suicidou.

A execução de Smith por injeção letal em novembro de 2022 foi cancelada após ele ficar amarrado em uma maca por mais de uma hora enquanto policiais tentavam, sem sucesso, encontrar uma veia boa o suficiente para receber o veneno. À Justiça, a defesa diz que Smith sentiu dor física e psicológica e desenvolveu transtorno de estresse pós-traumático.

O Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos disse estar “alarmado” pela iminente execução de um condenado à morte nos Estados Unidos e que o método utilizado pode constituir tortura.

“Estamos alarmados com iminente execução nos Estados Unidos de Kenneth Eugene Smith, com um método novo e não testado, a hipoxia nitrogenada”, disse Ravina Shamdasani, porta-voz do Alto Comissariado, em uma coletiva de imprensa em Genebra.

A execução “poderia constituir tortura ou outros tratamentos cruéis e degradantes, segundo o direito internacional”, afirmou.

Segundo a porta-voz, o protocolo de execução por hipoxia nitrogenada do Alabama não prevê a sedação, enquanto a Associação Veterinária dos Estados Unidos (AVMA, em sua sigla em inglês) recomenda administrar um sedativo aos animais, mesmo os grandes, quando são sacrificados com este método.

A ONU pediu às autoridades do estado do Alabama que suspendessem a execução de Smith, marcada para 25 de janeiro, e está preocupada porque Mississípi e Oklahoma também aprovaram este método de execução.

O que é hipóxia por nitrogênio?

A execução por hipóxia por nitrogênio causaria a morte ao forçar o detento a respirar nitrogênio puro, privando-o do oxigênio necessário para manter as funções corporais.

*com informações de AFP*

Leia também

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Formada em jornalismo pelo Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH), já trabalhou na Record TV e na Rede Minas. Atualmente é repórter multimídia e apresenta o ‘Tá Sabendo’ no Instagram da Itatiaia.
Leia mais