Ouvindo...

Times

STJD toma decisão sobre zagueiro do Vitória que invadiu campo após expulsão

Em jogo contra o São Paulo, Wagner Leonardo deu entrevista questionando decisão da arbitragem depois de receber cartão vermelho por cotovelada em Calleri

O 3ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu, por maioria, nesta segunda-feira (22), punir o zagueiro Wagner Leonardo, do Vitória, com apenas um jogo de suspensão após os atos praticados por ele durante o jogo contra o São Paulo, válido pela quinta rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Expulso após acertar Calleri com o braço direito, o jogador invadiu o campo no intervalo para dar entrevista à TV Globo, detentora dos direitos de transmissão da competição. Em sua fala, fez críticas à arbitragem do futebol brasileiro.

Como já cumpriu a suspensão automática contra o Vasco, Wagner está liberado para participar do próximo compromisso do Vitória pelo Braisleirão, diante do Atlético-GO. O Leão recebe o Dragão no dia 1º de junho, no Barradão, em Salvador (BA), às 16h (de Brasília), pela 7ª rodada do certame.

A Procuradoria do STJD havia denunciado o zagueiro com base em três artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). Confira:

Art. 254-A - Praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente. Pena: suspensão de quatro a 12 partidas.
Art. 258 § 2 II - Desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões. Pena: suspensão de uma a seis partidas.
Art. 258-B - Invadir local destinado à equipe de arbitragem, ou o local da partida, prova ou equivalente, durante sua realização, inclusive no intervalo regulamentar. Pena: suspensão de uma a três partidas.

A 3ª Comissão Disciplinar do órgão optou por absolvê-lo das denúncias baseadas nos dois primeiros artigos, mantendo apenas a suspensão automática da expulsão, e dar uma advertência ao atleta com relação ao artigo 258-B.

Relembre o caso

Wagner Leonardo recebeu o cartão vermelho logo aos seis minutos do confronto entre Vitória e São Paulo, disputado no Barradão. Inconformado com a decisão da arbitragem, tomada após consulta ao VAR, o zagueiro quebrou o protocolo e “invadiu” a entrevista do atacante tricolor Luciano à TV Globo, no intervalo da partida, para se posicionar contra a arbitragem.

Estou aqui para mostrar minha insatisfação com o que tem acontecido com a arbitragem brasileira. Acaba nos prejudicando. Temos um trabalho lindo e longo pela frente, mas, por forças maiores, não conseguimos demonstrar isso dentro de campo. Não sabemos o que está acontecendo aqui no Brasil”, afirmou, aos microfones da transmissão do jogo.

Em súmula, o árbitro da partida, Ramon Abatti Abel, relatou a invasão. “Após o término do primeiro tempo de jogo, informo que o jogador sr. Wagner Leonardo Calvelo de Souza, nº 4 da equipe do Esporte Clube Vitória, adentrou aos arredores do campo de jogo e foi em direção a zona de entrevista. Ressalto ainda que o mesmo já havia sido expulso aos 6 minutos do primeiro tempo”, escreveu o árbitro.

No dia seguinte ao ocorrido, a Itatiaia revelou que a Procuradoria do STJD iria analisar o caso para uma possível denúncia de Wagner, que acabou se concretizando.

Vale lembrar que o zagueiro já cumpriu um jogo de suspensão automática pela expulsão - a derrota do Vitória para o Vasco, pela sexta rodada do Brasileirão, em São Januário.

A análise do VAR que gerou a expulsão de Wagner

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Nuno Krause é correspondente da Itatiaia na região Nordeste. Formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), acumula passagens por Bahia Notícias, Jornal A TARDE e Rádio Salvador FM. Atua no jornalismo esportivo desde 2019.
Leia mais