Ouvindo...

Times

Conheça as próximas etapas do Flamengo no projeto do estádio próprio

Clube aguarda divulgação do edital de licitação do terreno do Gasômetro, que será desapropriado pela Prefeitura do Rio de Janeiro

Após a publicação no Diário Oficial do Rio de Janeiro que o terreno do Gasômetro irá a leilão por hasta pública, o Flamengo já conhece os próximos passos que dará no projeto de construção do estádio próprio no bairro de São Cristóvão, na Zona Norte do Rio de Janeiro. A diretoria segue mobilizada e em negociações com a Prefeitura, aliada do clube neste processo.

“Existem etapas a serem cumpridas ainda, a gente está negociando com a direção do Flamengo. Tem uma questão de potencial construtivo com a Câmara de Vereadores, com a Gávea, enfim... Mas eu tenho certeza que o sonho começa a se tornar realidade”, afirmou Eduardo Paes ao RJ TV.

Como anunciado por Eduardo Paes (PSD), prefeito do Rio de Janeiro, a desapropriação do terreno do Gasômetro, em São Cristóvão, foi publicado no Diário Oficial Municipal na segunda (23).

Agora, o Flamengo aguarda a divulgação do edital de licitação que estipulará as condições do leilão do imóvel localizado na Avenida São Cristóvão nº 1.200, onde constarão as medidas necessárias à renovação urbana que caberão ao comprador, assim como a obrigação da construção de equipamentos como estádio de futebol, o que, no entendimento das partes, afastará a concorrência.

Leia também

Posteriormente, a discussão irá para a Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro, que tratarão dos impactos na região. Uma Frente Parlamentar já foi constituída, em junho, com a participação de 33 vereadores e presidências de Marcos Braz (PL), que também é vice-presidente de futebol do Flamengo.

Será um processo similar ao realizado com o Projeto de Lei Complementar 142/2023, a respeito da reforma de São Januário, estádio do Vasco, o qual foi aprovado em 18 de junho pela Câmara, em segunda discussão, após audiências públicas.

Enquanto isso, a diretoria do Flamengo também trabalha em outras frentes. O aspecto comercial, como a negociação da venda de naming rights, ganha força à medida que o projeto avança.


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Jornalista e correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Apaixonado por esportes, pela arquibancada e contra torcida única.
Leia mais