Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Jornalista que ridicularizou Guto Ferreira ao vivo se retrata com treinador

Durante pós jogo do Goiás, jornalista fez piadas com o peso do técnico

O técnico do Goiás, Guto Ferreira, foi ridicularizado pelo jornalista Lucas Nogueira, que integra a equipe de esportes do canal TV Brasil Central no último dia 15. Na ocasião, ele o chamou de ‘sem pescoço’ e alegou que seria impossível colocar um microfone de lapela no treinador.

O comentário foi feito após a partida entre Atlético Goianiense e Goiás, válida pela segunda rodada do Campeonato Goiano.

“Gente, nós temos um microfone aqui que chama lapela. No Guto, não dá para colocar lapela nele, não. Não tem pescoço, não tem uma divisória. Precisa cuidar disso”, riu.

Jean Lopes, outro integrante da bancada ainda questionou se o treinador não estaria ‘comendo muita pamonha’.

Guto Ferreira considerou a atitude como lamentável e perigosa, alegando a falta de responsabilidade dos jornalistas com a fala preconceituosa.

“O (canal) Brasil Central atinge muitos espectadores no estado e no Brasil. São crianças que estão ouvindo, achando graça e endossando esse tipo de comportamento que se chama bullying”.

Retratação

Lucas Nogueira usou suas redes sociais para se desculpar com o treinador pelo ‘comentário infeliz’. Em vídeo, reafirmou ter grande respeito e admiração por Guto Ferreira pelo seu trabalho e história no futebol brasileiro.

“Desculpas à torcida esmeraldina e ao técnico Guto Ferreira pelo comentário infeliz que realizei, soou preconceituoso mas estou aqui para pedir desculpas a todos vocês e prometo que não vai se repetir”, reforçou.

Na última segunda-feira (23), o treinador esteve presente no estúdio de transmissão do programa TBC Esportes, onde recebeu pedidos de desculpa dos profissionais envolvidos na polêmica e foi convidado a participar da transmissão.

Formado em Jornalismo pelo UniBH, em 2022, foi repórter de cidades na Itatiaia e atualmente é editor dos canais de YouTube da empresa.
Leia mais