Ouvindo...

Times

Isabel Veloso, diagnosticada com câncer terminal, afirma que teve ‘reviravolta’ na vida

Influenciadora se afastou recentemente das redes sociais para cuidar da saúde, mas tem retornado aos poucos

A influenciadora Isabel Veloso, de 18 anos, usou as redes sociais neste domingo (16), para contar de forma bem humorada que aconteceu uma reviravolta na rotina dela. “Gente, hoje aconteceu uma reviravolta. Estou tentando mudar e criar um hábito mais saudável para fortalecer minhas pernas”, comentou.

A grande mudança na vida de jovem foi ter levantado às 7 horas da manhã neste domingo para caminhar no parque da cidade. “Eu tinha o hábito de levantar 5h da manhã para fazer o meu devocional, tomava um banho e ia para o colégio”, explicou.

Contudo, a rotina de tratamentos contra o câncer e a fraqueza provocada pelos procedimentos fizeram com que ela perdesse esses hábitos. “Comecei a academia, só que tive que parar por causa das dores que eu sinto. Então, eu voltei pelo menos fazer uma caminhada para me fortalecer um pouco, tudo bem que de noite tenho que tomar umas duas morfina e uma Dipirona para dormir, mas pelo menos estou fortalecendo”, finalizou.

Leia também

Diagnóstico

A influenciadora Isabel Veloso, de 18 anos, relatou no dia 1º de março deste ano que enfrenta um câncer terminal e possui estimativa de 6 meses de vida - mas o período pode ser superior após estabilização da doença. Conforme a paranaense, ela tem linfoma de Hodgkin e vive com um tumor que fica em volta do coração.

Anos atrás, Isabel recebeu diagnóstico da doença, passou por transplante de medula óssea, além de quimioterapia. Ela chegou a relatar que havia sido curada, porém a doença voltou.

Antes de se casar no dia 13 de abril, a adolescente exibiu laudo médico para comprovar seu estado de saúde para seus milhões de seguidores. A jovem foi acusada de fingir estar doente para angariar fundos para a cerimônia.

O documento destaca que a adolescente possui “Linfoma de Hodgkin sem resposta ao tratamento quimioterápico” e que ela passa por “cuidados paliativos exclusivos”.

Isabel contou também estar recebendo cuidados paliativos com canabidiol (CBD), uma substância química da planta Cannabis sativa, para lidar com as dores.


Participe dos canais da Itatiaia:

Ana Luisa Sales é estudante de jornalismo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Na Itatiaia desde 2022, já passou por empresas como ArcelorMittal e Record TV Minas. Atualmente escreve para as editorias entretenimento, curiosidades e cidades.
Leia mais