Ouça a rádio

Compartilhe

Cientistas criam microrrobô que limpa coágulos no cérebro

Testado em suínos, dispositivo apresenta 86% de eficácia

Dispositivo remove coágulos cerebrais

Um cateter inteligente com um microrrobô controlado magneticamente pode auxiliar na limpeza de sangue acumulado no cérebro durante um acidente vascular cerebral (AVC). O dispositivo, criado por cientistas da Purdue University, em Indiana, nos EUA, apresentou 86% de eficácia em modelos animais.

O principal autor do estudo é Hyowon “Hugh” Lee, professor associado da Escola de Engenharia Biomédica Weldon, da Purdue University. O dispositivo removeu sangue do cérebro de seis dos sete animais em que foi testado. Os testes foram realizados em cobaias suínas e relatados na revista científica Nature Communications. Neurocirurgiões de universidade e institutos de neurologia dos EUA participaram do estudo. 

Atualmente, o melhor tratamento disponível é o ativador do plasminogênio, que não pode ser usado em alguns AVCs hemorrágicos — uma vez que afina o sangue do paciente. Indivíduos com hemorragia cerebral têm mortalidade de até 50% e ainda não há um bom tratamento para a condição. A outra opção são os medicamentos que dissolvem coágulos sanguíneos, mas seu uso tem riscos.

A inovação de Lee pode ser ativada remotamente a partir de campos magnéticos aplicados externamente. Não é necessário utilizar fonte de energia nem circuito integrado complexo: basta mudar a direção do campo magnético para que o dispositivo se mova como uma bússola atraída por um ímã.

Microrrobô é atraído por campo magnético externo

Segundo o cientista, a tecnologia pode ser usada como parte de um sistema de desvio ou de um sistema de drenagem extraventricular, por exemplo. O escritório de comercialização de tecnologia da Fundação de Pesquisa Purdue (Purdue Research Foundation Office of Technology Commercialization) já busca registrar a patente da nova tecnologia.

Para que seja possível fazer testes clínicos em humanos, é preciso obter autorização da Administração de Alimentos e Medicamentos (Food and Drug Administration – FDA) dos EUA. O órgão é equivalente à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e faz a regulamentação, entre outros, de dispositivos para uso médico.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido