Ouça a rádio

Compartilhe

Internet Explorer morreu nesta quarta-feira (15)

Em breve, navegador vai parar de funcionar

Navegador não receberá mais suporte da Microsoft

Aos quase 27 anos, o Internet Explorer está morto. Não é de hoje que ele está a caminho da aposentadoria: desde 2015, a Microsoft tem dado prioridade ao Edge. Nesta quarta-feira (15), entretanto, o suporte ao sistema foi oficialmente retirado pela companhia.

É o fim de uma era, mas para o usuário não há muitas mudanças. Dados do StatCounter apontam que o navegador tem menos de 0,5% de participação de mercado. Em breve, a Microsoft vai passar a redirecionar quem ainda usa o Internet Explorer para o Edge. Em uma atualização futura do Windows, ele vai ser desativado permanentemente.

Embora a Microsoft tenha transformado o Edge (cuja base é o Chromium) em seu navegador padrão no Windows 11, o motor MSHTML do Internet Explorer ainda é parte do sistema operacional. Ele está lá apenas para que o modo IE seja ativado no Edge e essa opção deve ter suporte até 2029.

O modo IE do Edge é usado em apps e sites antigos que não funcionam no navegador mais atual. Essa opção é compatível com controles ActiveX que páginas legadas ainda usam. Então, o Internet Explorer ainda vai viver espiritualmente a partir desse modo.

É possível que milhares de empresas e instituições ainda usem o Internet Explorer, embora a Microsoft tenha alertado para a descontinuidade do navegador por anos. Segundo o jornal Nikkei, muitas agências do governo e instituições financeiras do Japão ainda não o substituíram: o site do Serviço de Pensões do Japão, por exemplo, só funciona no modo IE do Edge.

Quem usa o Windows 11 não precisa se preocupar. É a primeira vez em mais de 20 anos que o navegador não foi incluído em uma versão do Windows. 

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido