Ouça a rádio

Compartilhe

Região de Ponte Nova é reconhecida como polo de suinocultura

Lei sancionada pelo governador trará benefícios aos suinocultores do Vale do Piranga

Suinocultura da região de Ponte Nova, que já é expressiva, crescerá ainda mais

A partir de agora, os suinocultores da região de Ponte Nova terão tratamento tributário diferenciado, mais recursos para pesquisa agropecuária e inspeção sanitária, maior facilidade de acesso à assistência técnica e extensão rural e linhas de crédito especiais em instituições bancárias oficiais.

É que foi sancionada pelo governador Romeu Zema (Novo) nesta terça-feira (12), a  Lei 24.209 que institui o Polo Mineiro de Incentivo à Suinocultura. A norma, que nasceu do Projeto de Lei (PL) 494/19, do deputado estadual, Thiago Cota (PDT) foi publicada no Diário Oficial de Minas Gerais.  

Entre os objetivos do polo, estão o fortalecimento da cadeia produtiva, o incentivo à produção e industrialização de produtos derivados de suínos e a geração de emprego e renda. Natural de Mariana, Cota foi diretor técnico da Fundação Rural Mineira (Ruralminas), entre 2010 e 2014.

Ele explica que o Vale do Piranga foi escolhido para abrigar o Polo da Suinocultura pelo fato de ser a região de Minas com o maior número de matrizes, abrigando 16% do rebanho nacional de suínos, com um plantel de aproximadamente 300 mil indivíduos, de acordo com a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos.

“Trinta por cento de toda a carne de porco consumida no estado é produzida no Vale do Piranga. A criação do Polo da Suinocultura valoriza essa aptidão econômica, criando incentivos para fortalecer a cadeia produtiva, promover a industrialização e ampliar a comercialização dos produtos, gerando renda e empregos em toda a região,” disse o deputado.

 

O texto, aprovado pelo Plenário em junho, define que o polo será integrado pelos municípios da Região Intermediária de Ponte Nova, definida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). São eles: Alvinópolis, Amparo da Serra, Barra Longa, Diogo de Vasconcelos, Dom Silvério, Guaraciaba, Jequeri, Oratórios, Piedade de Ponte Nova, Ponte Nova, Rio Casca, Rio Doce, Santa Cruz do Escalvado, Santo Antônio do Grama, São Pedro dos Ferros, Sem-Peixe, Sericita e Urucânia. A região é conhecida como Vale do Piranga.

 

 

 

 

 

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store