Ouvindo...

Times

Órbi Conecta e Brain aproximam o ecossistema de inovação de Beagá e Uberlândia

Parceria entre Órbi Conecta e Brain/Algar Telecom fortalece dois potentes ecossistemas de inovação de Minas Gerais e fomenta novos negócios no Brasil

O Órbi Conecta, principal hub de inovação de Minas Gerais, acaba de ganhar mais um parceiro. Trata-se da Brain, Instituto de Ciência e Tecnologia da Algar Telecom. A expectativa é fortalecer o cenário de inovação em Minas Gerais por meio da interação entre o ecossistema da capital com o da segunda maior cidade do estado, Uberlândia, no Triângulo Mineiro.

Além da troca de experiências e conexões, com a parceria a Brain irá fornecer a todo o ecossistema Órbi acesso gratuito à trilha completa de formação, com cursos na área de marketing, liderança, metodologias ágeis, OKRs e KPIs. Já o Órbi abrigará o time da Brain na capital mineira para contribuir com novos negócios na capital.”Estamos muito felizes em anunciar esta parceria. Vamos fazer com que o Órbi seja a extensão da Brain para toda a Minas Gerais, especialmente para o San Pedro Valley”, afirma Dany Carvalho, CEO do Órbi Conecta. Localizado em Uberlândia, o braço de inovação de uma das principais empresas de telefonia do país tem fomentado a cultura de inovação e novas soluções de produtos e negócios na região. O Head de Inovação na Brain, Leandro Nazareth, também comemora a parceria e defende a importância das conexões para sucesso dos negócios.

Leia também

“A inovação é um esporte de contato. Precisamos ir para a rua, nos relacionar, ter o ecossistema a nosso favor e não trabalhar com iniciativas isoladas. O Órbi é um potente integrante dessa rede”, afirma.

Ideias que viram negócios

A Brain nasceu da necessidade de inovação diante das transformações vividas pelo mercado de telefonia, o que poderia impactar a Algar/Telecom. O primeiro passo foi apostar na mudança de cultura e fazer dos times aliados na busca por soluções. Hoje, a empresa coleciona cases em seus quatro programas de inovação: Intra Empreendedorismo, Inovação para Crescimento, Open Innovation e P&D.

Hoje temos 20 mil funcionários que pensam fora da caixa. A constância e a disciplina de execução na estratégia de inovação, no médio e longo prazos, é o que faz a diferença”, avalia Leandro.

Segundo ele, a criação de um programa interno de inovação tem estimulado a criação de novas ideias e soluções disruptivas, com bonificações que podem chegar a quatro salários se o projeto proposto escalar para uma solução efetiva. “Em 2022, recebemos 333 ideias. Dessas, 18 foram aprovadas e 12 se transformaram em protótipos, o que resultou em R$ 15 milhões de resultado financeiro em um ano”, explica.O programa de inovação aberta da Brain atua no desenvolvimento de soluções inovadoras em quatro grandes temas tecnológicos: IoT, 5G, Digital e Cloud/Edge Computing. Os novos produtos e negócios desenvolvidos tem o foco em diversas verticais, como agronegócios, indústria 4.0, saúde, small medium business e smart places, conceito para além de cidades inteligentes e aplicado a fábricas, lavouras e hospitais, por exemplo.

A Brain também presta serviços de consultoria, treinamento e pesquisas no mercado B2B, para grandes empresas. Para isso, há um time dedicado para captar informações e levantar dados sobre tecnologias, mercado, inovação e novas tendências.

Para saber mais sobre o Órbi, os seus parceiros e como ser parte dessa rede, acesse www.orbi.co.


Participe dos canais da Itatiaia:

O Órbi Conecta é o principal hub de inovação e empreendedorismo digital de Minas Gerais, e agora mantém uma coluna publicada semanalmente às terças-feiras no portal da Itatiaia.
Leia mais