Ouvindo...

Times

Além do X: conheça todas as empresas de Elon Musk

Hoje (16), o bilionário possui um total de quatro empresas com alto valor de mercado, além do X (ex-Twitter); veja quais

Um dos homens mais ricos do mundo, o bilionário Elon Musk possui negócios em diferentes setores ligados à tecnologia e ganhou destaque nos últimos anos ao comprar o Twitter por R$ 44 bilhões, em outubro de 2022, anunciando mudanças drásticas na rede social.

Musk nasceu na África do Sul, em 28 de junho de 1971. Aos 12 anos, ele vendeu o código de um videogame chamado “Blastar” por US$ 500.

Elon Musk se mudou para os Estados Unidos para estudar na Universidade da Pensilvânia, na Filadélfia, em 1990. No país norte-americano, ele fundou várias empresas, incluindo Zip2 e X.com, que mais tarde se tornou o PayPal. Mais tarde, vendeu para eBay por US$ 1,5 bilhão.

Hoje (16), o bilionário possui um total de quatro empresas com alto valor de mercado, além do X (ex-Twitter); veja quais:

Leia também

SpaceX

Fundada em 2002 por Elon Musk, que é o CEO e engenheiro-chefe da SpaceX, é uma empresa aeroespacial com sede na Califórnia (EUA).

Seu objetivo é “revolucionar a indústria espacial através da redução de custos e da promoção da reutilização de foguetes” e tem vários contratos ativos com a Nasa.

A empresa devolveu os foguetes Falcon 9 e Falcon Heavy, que são os primeiros foguetes orbitais reutilizáveis da história.

A SpaceX também é responsável pela nave espacial Dragon, que transporta carga para a Estação Espacial Internacional (ISS) e, futuramente, pretende colonizar Marte.

A empresa de Musk também foi selecionada pela NASA para desenvolver o Sistema de Pouso Lunar (HLS) para levar os próximos astronautas americanos à superfície da Lua no programa Artemis.

Além disso SpaceX está desenvolvendo a Starship, o foguete mais poderoso da história, que será um veículo espacial reutilizável para transportar carga e passageiros para todo o sistema solar, incluindo a Lua e Marte.

A Starship ainda está em fase de testes, mas Musk espera realizar o primeiro voo orbital ainda neste ano.

Tesla

Fundada em 2003 por Martin Eberhard e Marc Tarpenning, é uma empresa norte-americana de tecnologia e energia limpa. Elon Musk entrou na Tesla, em 2004, como arquiteto de produtos, e tornou-se CEO em 2008 - cargo que exerce até hoje, além de ser presidente do Conselho.

A Tesla liderou a popularização dos carros elétricos, demonstrando seu potencial de desempenho e inovação, além alertar para o impacto ambiental dos combustíveis fósseis.

Atualmente, a empresa atua no desenvolvimento de carros elétricos (de diferentes modelos, desde carros até caminhonetes), painéis solares e baterias limpas.

A Tesla ainda é a marca de carros elétricos mais valiosa do mundo, mas perdeu a liderança de vendas para a chinesa BYD.

Em fevereiro de 2024, o valor de mercado da Tesla era de aproximadamente US$ 689,33 bilhões, de acordo com o Yahoo Finance.

Neuralink

Fundada em 2016, o objetivo da Neuralink é desenvolver a comunicação direta entre o humano e computadores para permitir o controle de dispositivos eletrônicos com o pensamento, a partir da implantação de chips no cérebro.

A empresa realizou a primeira aplicação de um chip para testes em um cérebro humano em janeiro de 2024.

Inicialmente desenvolvido para auxiliar pacientes com paralisia motora, o chip é implantado no cerebelo para detectar sinais elétricos dos neurônios. Atual CEO da empresa, Elon Musk publicou que os resultados preliminares são “promissores”.

A empresa planeja expandir o chip para aplicações como pagamentos, controle de eletrônicos, armazenamento de dados e geração de campos magnéticos.

Contudo, a OMS destaca riscos e pede cautela em relação aos implantes cerebrais. A Neuralink não é a única organização que esta investindo no ramo.

A empresa está realizando testes clínicos, e Elon Musk prevê a disponibilidade comercial em 2025 ou 2026.

xAI

Elon Musk anunciou a criação da xAI, uma nova empresa focada em inteligência artificial (IA), com o objetivo de entender a verdadeira natureza do universo.

Musk expressa preocupações sobre os perigos da “IA descontrolada” e acabou se afastando da Open IA - empresa que controla o Chat GPT.

O bilionário foi um dos fundadores e um dos principais acionistas da empresa, ms acabou se afastando do Conselho em 2018. Ele criticou a abordagem da OpenAI, discordando das restrições implementadas na IA para evitar “respostas tendenciosas”.

Ao fundar a empresa, Musk mencionou planos para um projeto chamado TruthGPT, uma “IA de busca máxima da verdade”.

Com Musk como CEO, a xAI busca avançar em sua missão em colaboração com outras empresas, incluindo o X (ex-Twitter) e a Tesla.

*Com informações de CNN e AFP

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Formado em Jornalismo pela UFMG, com passagens pelo jornal Estado de Minas/Portal Uai. Hoje, é repórter multimídia da Itatiaia.
Leia mais