Ouvindo...

Times

Belo Horizonte não atinge nem 3% da meta de vacinação contra a Covid em crianças

O número de casos este ano em relação ao mesmo período do ano passado mais que dobrou entre a população em geral

A grande preocupação da saúde pública neste início de 2024 é, sem dúvida, a dengue. Mas a covid-19 ainda é alvo de alerta das autoridades. Em Belo Horizonte, a cobertura vacinal mais preocupante está nas crianças de seis meses a 4 anos: apenas 27% das crianças foram vacinadas. Entre as meninas e meninos de seis meses a dois anos, o índice é de 2,6%.

De acordo com dados da prefeitura, o número de casos este ano, em relação ao mesmo período do ano passado, mais que dobrou entre a população em geral. Em janeiro, fevereiro e março do ano passado, foram 1602 casos. No mesmo período deste ano, 4.011. O número de óbitos em 2024 é próximo daquele do mesmo período do ano passado: 21 nos dois primeiros meses e meio de 2023, e 22 mortes até agora.

“É importante que os pais continuem confiando na vacina contra a covid. Ela é fundamental para redução dos casos e a redução principalmente dos óbitos. Grande parte dos casos que evoluíram com gravidade foram pessoas não vacinadas nessa faixa de idade. Cepas novas vêm surgindo e se espalhando rápido”, disse Jean Carlos dos Santos Barrado, gerente de vigilância epidemiológica da Secretaria de Saúde da capital mineira.

Leia também

Participe dos canais da Itatiaia:

Eustáquio Ramos é repórter e apresentador da Itatiaia
Leia mais