Ouvindo...

Times

Polícia investiga assassinato de pré-candidata a vereadora e do filho no RJ

A Polícia Militar encontrou os corpos da mãe e do filho com marcas de disparos de arma de fogo

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga a morte de mãe e filho assassinados em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, nesse sábado (15). Juliana Lira de Souza Silva, de 44 anos, era pré-candidata a vereadora da cidade. De acordo com testemunhas, quatro homens encapuzados saíram de um carro preto e atiraram nos dois.

De acordo com o Uol, os policiais militares receberam um chamado pela ocorrência de homicídio, e quando chegaram no local encontraram o corpo de Negah Ju, como era conhecida Juliana, e do filho dela, Alexander de Souza Gomes, de 27 anos, ambos com marcas de disparos de arma de fogo.

Juliana estava sentada em um bar e Alexandre estava a cerca de seis metros da mãe, fazendo reparo em um veículo, na Rua Alexandrina, no bairro de São Benedito.

Leia também

O secretário de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Dr. Deodalto, prestou uma homenagem à mãe e ao filho. No Instagram, ele escreveu: “Negah Ju sempre foi minha parceira, uma guerreira incansável que dedicou sua vida ao serviço da comunidade. Agradeço por tudo que fizeram por mim e por tantos outros. Que a memória e o legado de vocês permaneçam vivos em nossos corações. Descansem em paz, queridos amigos”.

O velório aconteceu neste domingo (16), às 15h, no Cemitério de Nova Iguaçu, e o enterro deve acontecer às 17h. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).

*Sob supervisão de Enzo Menezes


Participe dos canais da Itatiaia:

Paula Arantes é estudante de jornalismo e estagiária do jornalismo digital da Itatiaia.
Leia mais