Ouvindo...

Times

PC investiga origem de tiro que atingiu adolescente ao voltar do balé no RJ; estado de saúde é grave

Ana Beatriz Barcelos Nascimento voltava da aula de balé quando foi baleada nas costas

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga de onde partiu o tiro que atingiu uma menina de 13 anos na noite dessa quinta-feira (13), na Ilha do Governador, Zona Norte da capital fluminense. Ana Beatriz Barcelos Nascimento voltava da aula de balé quando foi baleada nas costas.

A adolescente foi levada ao Hospital Municipal Evandro Freire, também na Ilha do Governador, onde passou por uma cirurgia. A direção do hospital informou que o estado de saúde da paciente permanece grave.

No momento em que Ana Beatriz foi baleada, ocorria um confronto entre policiais e traficantes. Por meio de nota, a Polícia Civil disse que policiais militares envolvidos na ocorrência foram ouvidos e narraram que faziam diligências para apurar denúncias de extorsões praticadas por traficantes contra motoristas, quando foram atacados numa comunidade.

Ainda segundo o relato dos policiais, houve confronto e, após os disparos, eles souberam de uma criança atingida.

A PC disse ainda que as armas dos agentes foram apreendidas e serão enviadas para perícia e que as imagens das câmeras corporais dos policiais serão requisitadas para análise.

O caso está sendo investigado pela 37°DP (Ilha do Governador) com apoio da Delegacia de Homicídios.

Segundo o Instituto Fogo Cruzado, desde o início deste ano, 16 adolescente foram vítimas de balas perdidas no estado e nove morreram.

Leia também


Participe dos canais da Itatiaia:

Diana Rogers tem 34 anos e é repórter correspondente no Rio de Janeiro. Trabalha como repórter em rádio desde os 21 anos e passou por cinco emissoras no Rio: Globo, CBN, Tupi, Manchete e Mec. Cobriu grandes eventos como sete Carnavais na Sapucaí, bastidores da Copa de 2014 e das Olimpíadas em 2016.
Leia mais