Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Autor de massacre em creche de Blumenau é indiciado pelas mortes de quatro crianças e cinco tentativas de homicídio

O suspeito também responderá por cinco tentativas de homicídios após deixar crianças feridas no ataque; ele se apresentou à Polícia Militar e foi preso

Um homem de 25 anos foi indiciado pela Polícia Civil de Santa Catarina por matar quatro crianças e pelas tentativas de homicídio de outras cinco durante ataque à creche Cantinho Bom Pastor, em Blumenau, em Santa Catarina, no último dia 5 de abril. O resultado do inquérito foi divulgado nesta segunda (17).

Os crimes foram determinados como motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa das vítimas menores de idade.

Leia mais:

O agressor pulou o muro e invadiu a escola com uma machadinha e uma faca. As vítimas foram identificadas como Bernardo Cunha Machado, 5 anos; Bernardo Pabest da Cunha, 4 anos; Larissa Maia Toldo, 7 anos e Enzo Marchesin Barbosa, 4 anos.

No local haviam cerca de 40 crianças ao todo, que foram protegidas pelas professores no momento da invasão. Simone Aparecida Camargo contou que ela estava preparando as crianças para ir até o pátio tomar banho de sol quando a parceira de sala chegou correndo e pediu para que fechasse a janela. Então, colocou as crianças dentro do banheiro e as trancou para mantê-las em segurança.

Após o ataque, o suspeito fugiu da creche e se apresentou à Polícia Militar. Ele foi encaminhado à Polícia Civil e está preso na Penitenciária Regional de Blumenau.

Transcorrida uma semana após o ataque, o homem confirmou não se arrepender dos crimes, alegando se tratar de “um ato de coragem”.

“Na cabeça dele foi um ato de coragem. Ele disse que o que ele fez, poucas pessoas fariam. Ele, muito frio, disse que não se arrependia e que faria de novo”, conclui o delegado Ronnie Esteves.

A Rádio de Minas. Tudo sobre o futebol mineiro, política, economia e informações de todo o Estado. A Itatiaia dá notícia de tudo.
Leia mais