Ouvindo...

Times

Festival do Queijo Artesanal de Minas terá estande com produtos do Rio Grande do Sul

Informação foi passada, em primeira mão, à Itatiaia. Gaúchos devem trazer embutidos, queijos, doces e vinhos

O Festival do Queijo Artesanal de Minas, marcado para acontecer de 13 a 15 de junho no Expominas, terá, esse ano duas novidades: a regulamentação do Queijo de Casca Florida, antiga reivindicação dos produtores e a participação de produtores rurais gaúchos, afetados pelas enchentes.

A informação foi passada, em primeira mão à Itatiaia, pelo gerente de Relações Institucionais e Governamentais do Sistema Faemg Senar, Altino Rodrigues Neto. Ele contou que, durante o evento, será realizada uma solenidade de assinatura da portaria que regulamenta a produção do queijo de Casca Florida.

A iguaria foi, oficialmente, reconhecida pelo governo do estado, em janeiro de 2023, mas ainda não haviam sido definidas pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) as regras de produção, que dependiam de estudos e pesquisas detalhadas. “O produtor não tinha segurança e sempre ficava com receio da fiscalização chegar. Existia uma subjetividade muito grande com relação a esse queijo. Agora, não. Está tudo certinho, tempo de maturação, sala adequada, temperatura e etc.” explicou Altino.

Entenda o que é um ‘Casca Florida’

São considerados de “casca florida”, os queijos artesanais, produzidos com leite cru que visualmente têm fungos, popularmente conhecidos como ‘mofo branco’. Eles são produzidos, principalmente, nas regiões do Serro e da Canastra há cerca de dez anos e livremente comercializados em empórios, casas de produtos artesanais e via internet, alguns, inclusive, com a chancela de prêmios nacionais e internacionais.

Gaúchos estão avaliando o que será possível trazer

Com relação ao estande com os produtos gaúchos, Altino disse que eles ainda estão avaliando o que será possível trazer. “Mas se tiverem outros produtos, além de queijos, como embutidos, doces ou vinhos, vamos permitir para ajudá-los o máximo que pudermos. O mais importante é escoar os produtos que estariam numa grande Feira de Queijos deles e que foi cancelada por causa da enchente. Vamos convidar os mineiros para fazerem compras desses produtos. É um abraço dos produtores mineiros aos gaúchos, uma demonstração de solidariedade para nossos irmãos do sul”.

Altino disse ainda que a expectativa para o Festival é a melhor possível. “Estamos falando do maior festival de queijos artesanais do país. Depois de sete edições, trata-se de um evento consolidado e até mesmo aguardado pela população de Belo Horizonte e produtores de queijo de todo o Estado”. Além de ‘vitrine dos queijos’, o Festival também terá estandes com os vinhos, a cachaça e o mel mineiros.

O Festival do Queijo Minas Artesanal é organizado pelo Sistema Faemg/Senar e pelo Sebrae Minas.

Leia também


Participe dos canais da Itatiaia:

Maria Teresa Leal é jornalista, pós-graduada em Gestão Estratégica da Comunicação pela PUC Minas. Trabalhou nos jornais ‘Hoje em Dia’ e ‘O Tempo’ e foi analista de comunicação na Federação da Agricultura e Pecuária de MG.



Leia mais