Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Bolsa Família inicia pagamento de outubro com extra de R$ 50 a famílias com bebês de até 6 meses

Apoio do adicional pretende reforçar a alimentação da mãe em fase de amamentação

A partir desta quarta-feira (18), 21,45 milhões de famílias de todo o Brasil começam a receber o Bolsa Família referente a outubro.

Agora, passa a integrar também o Benefício Variável Familiar Nutriz (BVN), um valor adicional de R$ 50 concedido às famílias com crianças de 0 a 6 meses em sua composição.

Este apoio pretende reforçar a alimentação da mãe em fase de amamentação. Ao todo, 287 mil crianças serão atendidas pelo benefício em outubro, em 283 mil famílias. O investimento direto é de R$ 13,9 milhões.

O valor médio do benefício pago em todo o Brasil é de R$ 688,97 e supera em 0,30% o de setembro (R$ 686,89).

O número de beneficiários manteve-se praticamente o mesmo do mês passado, quando 21,47 milhões de famílias foram assistidas pelo programa. O valor a ser transferido em outubro supera os R$ 14,58 bilhões repassados em setembro e chega a R$ 14,67 bilhões, um aumento de 0,61%.

O cronograma de repasses é escalonado e tem por base o final do Número de Identificação Social (NIS) de cada integrante. Os pagamentos seguem até o dia 31.

Confira as datas:

Desde que o programa foi relançado, em março de 2023, o novo Bolsa Família ampliou o investimento focado em crianças e adolescentes.

Segundo o governo federal, em outubro, o Benefício Primeira Infância (BPI), no valor de R$ 150, chega a 9,58 milhões de crianças de 0 a 6 anos que integram o núcleo familiar dos beneficiários. O investimento federal é de R$ 1,36 bilhão.

Outros R$ 590 milhões serão transferidos para o pagamento do Benefício Variável Familiar Criança (BV), um adicional de R$ 50 que neste mês atende 12,72 milhões de crianças e adolescentes de 7 anos a 16 anos incompletos.

Além disso, R$ 133 milhões serão repassados para o Benefício Variável Familiar Adolescente (BVA), no mesmo valor do BV, que assiste 2,89 milhões de adolescentes de 16 anos a 18 anos incompletos.

Por fim, R$ 30 milhões estão reservados para o pagamento do Benefício Variável Familiar Gestante (BVG), que atende 632,5 mil pessoas em todo o país. Com isso, o Bolsa Família transfere em outubro R$ 2,11 bilhões para proteção de bebês, crianças, adolescentes e gestantes em todos os estados e no Distrito Federal.

Veja também: Governo Bolsonaro pagou R$ 1,97 bi em auxílios irregulares no período eleitoral, aponta CGU

CGU: Governo Bolsonaro pagou R$ 1,97 bilhão em auxílios irregulares no período eleitoral| CNN 360º

CGU: Governo Bolsonaro pagou R$ 1,97 bilhão em auxílios irregulares no período eleitoral| CNN 360º

Acompanhe as últimas notícias produzidas pela CNN Brasil, publicadas na Itatiaia.
Leia mais