Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Homem revela que direção autônoma da Tesla, empresa de Elon Musk, o salvou durante um ataque cardíaco

Max Paul Franklin afirmou que carro desenvolvido pela Tesla o levou para o hospital quando estava passando mal

Um internauta usou as redes sociais na última quinta-feira (10) para contar sobre o momento em que um carro da Tesla, empresa de Elon Musk, salvou a vida dele, e o magnata respondeu à publicação. Max Paul Franklin, explicou que no dia 2 de abril, começou a passar mal por desidratação severa e altos níveis de insulina no sangue devido a um defeito na bomba de insulina e usou a tecnologia do carro Tesla para chegar ao hospital.

No post com o título, “Minha Maluca História Real”, Franklin detalha o ocorrido. “Sem tempo a perder, pedi ajuda ao meu Modelo Y [o carro]. Ao ativar o novo recurso Full Self-Driving [modo de direção automática] com um simples clique duplo na alavanca da coluna de direção, fiquei surpreso com os resultados. Sem nenhuma intervenção, o carro percorreu habilmente o trajeto de 13 milhas (aproximadamente 21 km) da minha casa até a emergência oferecendo-se para estacioná-lo”, contou.

Franklin disse que na ocasião ele sofreu um leve ataque cardíaco e que o veículo foi crucial para que ele recebesse atendimento a tempo. Por coincidência, o recurso “Full Self-Driving” havia sido liberado para todos os carros da Tesla no dia 1º de abril, menos de 24h antes do americano precisar ativá-lo.

Um dia depois de Franklin compartilhar o relato, Elon Musk o respondeu com uma publicação. “Fico feliz que o Tesla Full Self-Driving estava lá para ajudar e que você está se sentindo bem!”, escreveu.

Leia também


Participe dos canais da Itatiaia:

A Rádio de Minas. Tudo sobre o futebol mineiro, política, economia e informações de todo o Estado. A Itatiaia dá notícia de tudo.
Leia mais