Ouvindo...

Times

Qual é a melhor posição do Brasil em quadro de medalhas de Jogos Olímpicos

Time Brasil vai aos Jogos Olímpicos de Paris com o difícil desfio de superar as sete medalhas de ouro de Tóquio 2020

Em busca da melhor posição da história do país no quadro de medalhas em uma edição de Jogos Olímpicos, o Brasil vai a Paris com a meta de superar o desempenho em Tóquio, o melhor até hoje. Na ocasião, a delegação brasileira ficou com a 12ª colocação geral, superando o 13º lugar do Rio de Janeiro.

Seguindo a lógica utilizada para definir o quadro de medalhas, o número de ouros é o primeiro fator a ser considerado. No Rio e no Japão, foram sete medalhas douradas para a delegação brasileira.

A campanha no Japão superou o resultado dentro de casa pelo número maior de bronzes, já que a as pratas também foram iguais.

Nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o Brasil conquistou sete ouros, seis pratas e oito bronzes. O número de medalhas no geral (21) também foi recorde.

Quadro de medalhas

O Brasil ainda carrega a missão quase impossível de tentar integrar o top 10 do quadro de medalhas nas próximas edições de Jogos Olímpicos. Décima colocada em Tóquio, a Itália ficou com 10 ouros, 10 pratas e 20 bronzes, realidade ainda distante.

Ainda há uma disputa particular com o Canadá pelo posto de segunda força das Américas, atrás apenas dos inalcançáveis Estados Unidos. Os canadenses também tiveram sete ouros em Tóquio, mas uma prata a mais.

Campanhas do Brasil em Jogos Olímpicos

Antuérpia 1920

  • 1 ouro
  • 1 prata
  • 1 bronze
  • 15ª colocação

Paris 1924 - Sem medalha

Amsterdã - 1928 - Sem participação

Los Angeles 1932 - Sem medalha

Berlim 1936 - Sem medalha

Londres 1948

  • 1 bronze
  • 34ª colocação

Helsinque 1952

  • 1 ouro
  • 2 bronzes
  • 25ª colocação

Melbourne 1956

  • 1 ouro
  • 25ª colocação

Roma 1960

  • 2 bronzes
  • 39ª colocação

Tóquio 1964

  • 1 bronze
  • 35ª colocação

Cidade do México 1968

  • 1 prata
  • 2 bronzes
  • 35ª colocação

Munique 1972

  • 2 bronzes

Montreal 1976

  • 2 bronzes

Moscou 1980

  • 2 ouros
  • 2 bronzes
  • 17ª colocação

Los Angeles 1984

  • 1 ouro
  • 5 pratas
  • 2 bronzes
  • 19ª colocação

Seul 1988

  • 1 ouro
  • 2 pratas
  • 3 bronzes
  • 24ª colocação

Barcelona 1992

  • 2 ouros
  • 1 prata
  • 25ª colocação

Atlanta 1996

  • 3 ouros
  • 3 pratas
  • 9 bronzes
  • 25ª colocação

Sydney 2000

  • 6 pratas
  • 6 bronzes
  • 53ª colocação

Atenas 2004

  • 5 ouros
  • 2 pratas
  • 3 bronzes
  • 16ª colocação

Pequim 2008

  • 3 ouros
  • 4 pratas
  • 10 bronzes
  • 23ª colocação

Londres 2012

  • 3 ouros
  • 5 pratas
  • 9 bronzes
  • 22ª colocação

Rio 2016

  • 7 ouros
  • 6 pratas
  • 6 bronzes
  • 13ª colocação

Tóquio 2020

  • 7 ouros
  • 6 pratas
  • 8 bronzes
  • 12ª colocação

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Hugo Lobão é repórter multimídia do portal Itatiaia Esporte. É formado em Jornalismo pela PUC Minas. Antes da Itatiaia, passou por Hoje Em Dia, Record e Globo Esporte. Amante de esportes olímpicos.
Leia mais