Ouvindo...

Times

Atlético supera Cruzeiro entre torcedores de 7 a 15 anos, diz pesquisa

Líder do ranking, Flamengo aparece com 29% nos torcedores entre 7 e 15 anos

O empate entre torcedores de Atlético e Cruzeiro, com 4% da preferência nacional no apontamento que leva em consideração apenas torcedores com 16 anos ou mais, não é uma realidade num dos pontos mais importantes da Pesquisa CNN/Itatiaia/Quaest. Entre jovens torcedores, de 7 a 15 anos, o clube alvinegro tem a quinta maior torcida do Brasil, com 5% da preferência, uma frente acima da margem de erro em relação ao seu maior rival, o Cruzeiro, que aparece com 3%.

Dividindo a sexta posição no recorte em que são considerados torcedores com 16 anos ou mais, com Cruzeiro e Grêmio, o Galo superou os dois, além do Vasco, que aparece com 5% no geral na quinta colocação.

Um dado que não pode deixar de ser destacado nessa arrancada atleticana entre os mais jovens é que a sua distância para o quarto colocado São Paulo, que aparece com 6% da preferência entre os jovens de 7 a 15 anos, é de apenas um ponto percentual, portanto, dentro da margem de erro do O Maior Raio-x do Torcedor, que é de 1,4 ponto percentual.

Assim como o Atlético, dois clubes que estão entre os três primeiros colocados também experimentaram crescimento numa comparação com o apontamento que leva em consideram os jovens torcedores.

Líder do ranking, o Flamengo, que tem 25% da preferência no público acima de 16 anos, aparece com 29% nos torcedores entre 7 e 15 anos. Já o segundo colocado Corinthians experimenta uma queda de 17% para 15%.

O Palmeiras, que ocupa a terceira colocação nos dois rankings, tem 10% da torcida entre torcedores acima de 16 anos, e 11% entre os jovens.

As maiores torcidas entre os jovens de 7 a 15 anos

  • Flamengo: 29%
  • Corinthians: 15%
  • Palmeiras: 11%
  • São Paulo: 6%
  • Atlético: 5%
  • Grêmio: 4%
  • Cruzeiro: 3%
  • Vasco: 3%
  • Internacional: 2%
  • Santos: 2%
  • Botafogo: 1%
  • Bahia: 1%
  • Sport: 1%
  • Outro: 4%
  • Nenhum: 9%
  • Não sabem/não responderam: 4%

Análises

“Como os dados mostram que a família é a principal influência na hora de escolher o time do coração, não surpreende que a distribuição das torcidas entre as crianças seja bastante parecida com a distribuição entre torcedores com mais de 16 anos”, destaca Felipe Nunes, CEO da Queast Consultoria e Pesquisa.

Por outro lado, um ponto que não pode deixar de ser destacado é o passado recente vitorioso de alguns clubes. E isso provoca uma influência no O Maior Raio-x do Torcedor, segundo Nunes: “Flamengo, Palmeiras e Atlético conquistaram títulos importantes nos últimos anos, estão sendo vitoriosos, além de possuírem ídolos, o que agrada muito ao público infantil. Por isso, têm percentual de torcedores entre os jovens maior que na população adulta”.

É sempre importante destacar que a primeira rodada da Pesquisa CNN/Itatiaia/Quaest não teve esse recorte com o público de 7 a 15 anos, e que esses dados não foram usados em nenhum material que tenha comparação entre os levantamentos de 2023 e 2024.

Metodologia

A pesquisa O Maior Raio-X do Torcedor ouviu 6.373 pessoas no total, sendo 5.023 entrevistas aprofundadas com torcedores de 278 cidades e 714 jovens de 7 a 15 anos. A coleta foi realizada entre 27 de abril e 1º de maio de 2024, por meio de entrevistas face a face com questionários estruturados. A margem de erro estimada é de 1,4 ponto percentual, com nível de confiabilidade de 95%.

    Leia também


    Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

    Alexandre Simões é coordenador do Departamento de Esportes da Itatiaia e uma enciclopédia viva do futebol brasileiro
    Leia mais