Ouvindo...

Times

Ramón Díaz revela conversa com 777 Partners, sócia-majoritária da SAF do Vasco

Norte-americano esteve no Rio de Janeiro para acompanhar a partida da equipe diante do Grêmio e se reuniu com comissão técnica

O CEO 777 Partners, que detém 70% da SAF do Vasco, Josh Wander, esteve no Rio de Janeiro e se reuniu com a comissão técnica e direção vascaína para debater o futuro do futebol do clube.

Após a vitória diante do Grêmio, neste domingo (14), em São Januário, por 2 a 1, o técnico Ramón Díaz revelou o diálogo que teve com o empresário.

“Foi uma reunião muito importante com eles. Nunca tivemos a possibilidade de ter um diálogo direto. Foi uma reunião muito boa. Fomos mais diretos para resolver situações difíceis do clube. Situações que podem melhorar rápido. Não vamos cometer erros. Vamos nos reunir a cada 15 dias, ter um diálogo mais direto com todos os dirigentes”, contou, alfinetando Alexandre Mattos, ex-diretor de futebol:

“A intermediação com o (Alexandre) Mattos era bastante complicada, bastante difícil. Não chegamos ao resultado mais rápido”.

Leia também

Dos reforços pedidos pelo treinador, o volante Hugo Moura, do Athletico-PR, deve chegar nesta semana para ser integrado ao elenco. No meio do ano, o clube pretende buscar mais reforços.

Sobre a vitória, o treinador destacou a mudança de postura da equipe desde a eliminação no último dia 17, diante do Nova Iguaçu, no Campeonato Carioca. Uma das mudanças, foi a forma de jogo sem Payet, machucado.

“Tivemos que fazer algumas mudanças. No ano passado, tivemos que jogar com uma linha de três atrás. Tivemos muito trabalho para armar essa equipe. Agora voltamos ao nosso estilo. Isso afeta na parte da mobilidade, para que a equipe tenha um bom posicionamento dentro de campo. Mas ainda falta mais e vamos seguir trabalhando”, analisou.

Veja outras respostas de Ramón Díaz.

Dificuldade do Brasileiro

“O Campeonato Brasileiro é muito difícil. Completamente distinto a todos os outros. Tenho que dizer que a equipe, no primeiro tempo, teve um bom ritmo, bom dinamismo. Fizemos um grande primeiro tempo. Depois, tivemos um desgaste importante devido a ser uma partida com muita pressão e muita intensidade. O Grêmio é uma grande equipe e tem um grande treinador. Com respeito ao segundo tempo, eles saíram para jogar, tiveram algumas chances, mas estamos felizes porque tivemos um bom começo”.

Entrada de jovens da base

“Sim, são jogadores jovens que têm muito futuro. Tem que seguir melhorando na parte tática e física. É um campeonato difícil para todos. O Rayan teve três ocasiões que poderia ter feito um gol. Temos a obrigação de trabalhar com os jovens para que eles sigam crescendo”.


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Jornalista esportivo desde 2006 e com passagens por Lance!, Extra e assessorias de marketing esportivo. É correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Tem pós-graduação em Jornalismo Esportivo e formação em Análise de Desempenho voltado para mercado.
Leia mais