Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Payet conta como foi negociação com o Vasco e ressalta: ‘Me curou’

Camisa 10 cruzmaltino, craque francês chegou a recusar oferta do clube carioca, mas depois voltou a atrás e não se arrepende

Uma das maiores contratações da história do Vasco, o meia Dimitri Payet não aceitou prontamente a proposta do clube carioca. Segundo ele, a dificuldade de uma mudança da Europa para o Brasil pesou em um primeiro momento.

O francês contou que pela primeira vez, em 15 anos, está morando sozinho. Ele é casado com sua esposa neste período e ela não veio morar no Rio de janeiro.

“A primeira decisão foi não. Porque era muito complicado. Com o passar das semanas, quando minha esposa viu que eu realmente queria o Brasil e o futebol, isso foi algo extraordinário para mim. Ela disse: “Vá em frente. Vamos lá, eu cuido de tudo. Eu cuido deles”. Se estou aqui hoje é graças a ela. Sei que ela fez isso por amor e ela sabe que eu amo o futebol. Ela que permitiu tudo que estou vivendo aqui”, disse em entrevista à TV Globo.

Leia também

Ele explicou diretamente porque não aceitou a primeira ligação. No momento, o Vasco era o lanterna da Série A do Campeonato Brasileiro, com somente nove pontos.

“Não é uma aventura, mas sim um desafio. Talvez eu pudesse ter ido para outro lugar por outros motivos, mas sou apaixonado por futebol e, quando se é apaixonado por futebol, você quer jogar em clubes como esse, com torcedores como esses, em um país como esse. É mais que um desafio quando te ligam e dizem: “Temos nove pontos e queremos nos salvar”, afirmou.

Vasco salvou o meia

Payet ainda revelou que ao sair do Olympique De Marseille-FRA, seu clube de coração e que defendeu por sete temporadas, ele achou que a carreira ia encerrar, até surgir o Cruzmaltino com esse desafio.

“O que aconteceu foi o processo, digamos, da minha cura. Minha cabeça não estava bem depois do que aconteceu com o Marselha. Mas a cura começou no dia em que eu cheguei. Acho que o Vasco e sua torcida me curaram, me levantaram, porque eu estava no chão”, contou.

Sonho com Copa do Brasil

Payet ainda deixou claro que o Vasco vai em busca de coisas grandes em 2024. Depois da luta para não ser rebaixado no ano passado, neste ano a Copa do Brasil, pelo menos, é o grande foco.

“Acho que o objetivo deste ano é ir o mais longe possível pela Copa do Brasil, o que é possível, porque a Copa é diferente. É claro que estamos jogando para ganhar. Quando você começa a competição, você joga para ganhá-la. Mas acho que, no Brasileirão, é preciso manter a cabeça fria. Não podemos almejar o topo com o que aconteceu no ano passado, mesmo que nada seja impossível. Mas acho que é importante não pular nenhuma etapa e não se apressar demais no processo para voltar ao topo com o tempo”, comentou.

Sem Payet, que pode desfalcar o time por quase quatro semanas, o Vasco estreia no Brasileiro, no domingo (14), às 16h (de Brasília), em São Januário.

O portal Itatiaia Esporte traz a narração em tempo real desse e de todos os jogos do Campeonato Brasileiro. Resultados, classificação e artilharia são atualizados a cada gol.


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Jornalista esportivo desde 2006 e com passagens por Lance!, Extra e assessorias de marketing esportivo. É correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Tem pós-graduação em Jornalismo Esportivo e formação em Análise de Desempenho voltado para mercado.
Leia mais