Ouvindo...

Times

Veja qual time será adversário do campeão da Libertadores no ‘mini’ Mundial da Fifa

Intercontinental, o novo Mundial anual com seis participantes, será disputado pela primeira vez em 2024 e o próximo vencedor da Libertadores estará presente

A Fifa estreia em 2025 seu Super Mundial de Clubes, com 32 participantes e que será disputado a cada quatro anos, mas a federação internacional também vai organizar anualmente um “mini” Mundial.

Ele foi batizado de Intercontinental, com seis concorrentes, os campeões anuais dos campeonatos continentais de clubes. A primeira edição será em 2024 e o campeão da Libertadores que termina em 30 de novembro estará presente, com rival já definido nas quartas de final: o Pachuca, do México.

Os mexicanos venceram no sábado (1) passado o Columbus Crew, dos Estados Unidos, por 3 a 0, na final da Concachampions. Asseguraram com isso vaga no Super Mundial do ano que vem e também no Intercontinental deste ano.

O Atlético poderá estar presente no ‘mini’ Mundial, e ser o adversário do Pachuca, se vencer a Libertadores este ano. O mesmo para os outros seis brasileiros na competição da Conmebol (Confederação sul-Americana de Futebol): Flamengo, Palmeiras, Fluminense, São Paulo, Grêmio e Botafogo.

Os três primeiros estão garantidos no Super Mundial de 2025, que será de 15 de junho a 13 de julho, nos Estados Unidos, por conquistarem a Libertadores nos últimos anos. Mas para estarem no Intercontinental precisam ganhar a edição de 2024.

Pelo regulamento do Intercontinental, Pachuca e o campeão da Libertadores se enfrentarão em confronto único, na casa de uma das equipes, a ser definido por sorteio. Somente semifinal e final serão em campo neutro, com o Real Madrid-ESP, vencedor da Liga dos Campeões da Europa, classificado direto para a decisão.

Dos seis participantes da primeira edição do ‘mini’ Mundial, cinco já são conhecidos:

  • Al-Ahly (Egito) - campeão africano de 2024
  • Al Ain (Emirados Árabes Unidos) - campeão asiático de 2024
  • Auckland City (Nova Zelândia) - campeão da Oceania em 2024
  • Real Madrid (Espanha) - campeão da Liga dos Campeões da Europa 2023/2024
  • Pachuca (México) - campeão da Concachampions de 2024

O campeão da Libertadores será definido em 30 de novembro, em final a ser disputada em Buenos Aires, na Argentina, em estádio a ser anunciado.

Formato

O Intercontinental terá seis participantes e os europeus estarão direto na final. Por quê? Foi a maneira encontrada pela direção da Fifa de convencê-los a manter uma disputa anual de clubes.

Anualmente, o campeão da Libertadores cruzará com o vencedor da Liga dos Campeões da Concacaf (Confederação das Américas do Norte Central), a Concachampions, em dezembro. Para 2024, ainda não há data certa para esse confronto, nem se a partida será na América do Sul ou na do Norte.

Os jogos serão na casa de um dos times, alternando um ano em cada continente. O mesmo ocorrerá entre asiáticos, africanos e o melhor time da Oceania, que se enfrentarão em mata-mata para definir quem pega o ganhador de Conmebol x Concacaf em uma semifinal única.

A ‘semi’ e a final contra o campeão da Liga dos Campeões da Europa será em campo neutro, a ser definido pela Fifa. Esses jogos estão pré-agendados em 2024 para 14 de dezembro e 18 de dezembro, respectivamente.

Por que Intercontinental?

A Fifa batizou seu novo Mundial anual de Intercontinental por questões comerciais. O Mundial de Clubes da Fifa, com esse nome, será o turbinado, com 32 times que se jogará a cada quatro anos. Começa em 2025, e continua em 2029, 2033, sempre no ano anterior à Copa do Mundo de seleções.

A Fifa venderá os pacotes comerciais e de direitos de transmissão do Mundial quadrienal usando essa nomenclatura e a expectativa é que para 2025 a receita seja de 2,5 bilhões de euros (R$ 12,9 bilhões).

Mas para não criar um hiato no confronto internacional entre clubes, a Fifa decidiu por esse ‘mini’ Mundial, com seis participantes. Só que não poderia chamá-lo de Mundial de Clubes, já que é uma competição distinta daquela com 32 times.

Isso traria problemas na hora de vender cotas a patrocinadores e empresas de comunicação, já que os valores praticados serão bem diferentes. Por isso, os interessados em serem parceiros da Fifa comprarão o Super Mundial e a Intercontinental. Podem até fazer um pacote, mas serão dois produtos diferentes.

Copa Intercontinental é o mesmo nome do confronto entre o campeões europeu e sul-americano, que durou de 1960 a 2004, primeiro em jogos de ida e volta nos dois continentes, e a partir de 1980 com confronto único no Japão, patrocinado por uma montadora de carros e pela Federação Japonesa. Em 2017, a Fifa, após pedido da Conmebol, reconheceu todos os vencedores deste Intercontinental como campeões mundiais.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Formado em jornalismo pela PUC-Campinas em 2000, trabalhou como repórter e editor no Diário Lance, como repórter no GE.com, Jornal da Tarde (Estadão), Portal IG, como repórter e colunista (Painel FC) na Folha de S. Paulo e manteve uma coluna no portal UOL. Cobriu in loco três Copas do Mundo, quatro Copas América, uma Olimpíada, Pan-Americano, Copa das Confederações, Mundial de Clubes, Eliminatórias e finais de diversos campeonatos.
Leia mais