Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Defesa de Gabigol entra com efeito suspensivo, e Flamengo está otimista

Atacante está suspenso até abril de 2025 e tem futuro incerto no Flamengo, uma vez que seu contrato é válido até dezembro de 2024

A defesa de Gabriel Barbosa, atacante do Flamengo, entrou com o pedido de efeito suspensivo da suspensão de dois anos aplicada ao atleta, no último dia 25, por tentativa de fraude em exame antidoping. O departamento jurídico do clube atua junto aos advogados e o discurso é de otimismo com a reversão da pena na Corte Arbitral do Esporte (CAS).

A informação foi inicialmente publicada pela ESPN. Vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz atualizou o caso após o empate em 1 a 1 com o Millonarios, na Colômbia, pela primeira rodada do Grupo da Libertadores. O dirigente - que já havia falado sobre o tema e admitiu “erros do atacante” - reforçou a confiança.

“O Flamengo está bastante otimista com a reversão no CAS. Entende que teve um excesso na punição. Espero que seja corrigido”, disse Marcos Braz, nesta terça (2), à ESPN.

O Tribunal de Justiça Antidopagem definiu, por 5 votos a 4, pela suspensão de Gabigol por dois anos do esporte a partir da data do episódio, em 8 de abril de 2023. Portanto, desde o dia 25 de março, o atacante está impedido de entrar em campo e até mesmo utilizar a estrutura do clube, no Ninho do Urubu.

Leia também

Não há prazo para que o recurso do Flamengo seja apreciado pelo CAS até este momento. Este movimento junto à Corte é visto como a única chance de Gabigol ter condições de voltar a defender o Rubro-Negro antes do fim de seu contrato, uma vez que o recurso da decisão não deve ser julgado antes de dezembro de 2024.

Ídolo e atleta do clube desde 2019, Gabigol já tinha o futuro incerto no clube antes da suspensão do TJD. Na virada do ano, o Corinthians demonstrou interesse em sua contratação, mas o Flamengo descartou negociá-lo, mesmo sem ter recebido oferta. Na última semana, o presidente Rodolfo Landim afirmou que fará uma proposta pela renovação do vínculo, mas que a decisão caberá ao camisa 10 - veja mais aqui.

Participe dos canais da Itatiaia Esporte:

Jornalista e correspondente da Itatiaia no Rio de Janeiro. Apaixonado por esportes, pela arquibancada e contra torcida única.
Leia mais