Ouvindo...

Times

Cruzeiro SAF: Pedro Lourenço quer Alexandre Mattos como executivo de futebol

Executivo está próximo de trabalhar novamente no Cruzeiro como executivo do futebol

O Cruzeiro terá um novo profissional para exercer a função de diretor de futebol da Sociedade Anônima do Futebol. Alexandre Mattos, hoje executivo no América, é o nome de preferência do empresário Pedro Lourenço. Pedrinho, como é conhecido, selará nesta segunda-feira (29) a aquisição de 90% das ações da SAF que estavam sob controle de Ronaldo Nazário, o Fenômeno.

A intenção do novo sócio majoritário do Cruzeiro SAF é que Alexandre Mattos assuma a função o mais rápido possível e inicie a transição.

Mattos, de 47 anos, deixou o Vasco em 21 de março e trabalha como executivo de futebol no América desde o dia 17 de abril. O executivo foi bicampeão brasileiro com o Cruzeiro em 2013 e 2014 e tem a confiança de Pedro Lourenço para tocar o futebol celeste.

A Itatiaia apurou com pessoas próximas ao executivo que, mesmo com pouco tempo de América, o convite será aceito. Mattos afirmou que o fato de ter boa relação com o dono pesou na decisão. A chegada de Mattos será, de início, a única mudança significativa na estrutura do futebol.

Desde então, Mattos passou por Palmeiras, Atlético, Athletico Paranaense, Vasco e, por fim, América, onde está atualmente.

Em dezembro de 2021, Mattos voltou ao Cruzeiro, que passava por grave crise administrativa e financeira após o rebaixamento para a Série B. Contudo, a passagem durou apenas quatro dias.

Curiosamente, o substituto de Mattos em São Januário é Pedro Martins. O executivo confirmou a saída do Cruzeiro na última sexta-feira (26).

Acordo será assinado na segunda-feira (29)

A negociação avançada entre Ronaldo e o empresário Pedro Lourenço deve ser concretizada nesta segunda-feira (29). O ex-jogador está no Brasil e deve voltar à Europa até a próxima quarta-feira (1). O valor total da transação gira em torno de R$ 600 milhões por 90% das ações.

Segundo apurou a Itatiaia, os R$ 100 milhões aportados por Pedro Lourenço na SAF, em março de 2023, serão convertidos em 20% de ações. Pelos outros 70% das ações que eram controladas por Ronaldo, Pedrinho vai pagar R$ 150 milhões ainda em 2024 e mais R$ 350 milhões no período de dez anos.

Como já foi divulgado pela reportagem, Pedrinho convidará o atual CEO do clube, Gabriel Lima, para seguir na função.

Pedro Lourenço e Gabriel Lima mantêm relação próxima e de confiança, com trocas de mensagens e encontros constantes para conversar sobre o clube.


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Leonardo Parrela é repórter multimídia na área de esportes na Itatiaia. É formado em Jornalismo pela PUC Minas. Antes da Itatiaia, colaborou com Globo Esporte, UOL Esporte e Hoje Em Dia, onde cobriu Copa do Mundo, Olimpíada e grandes eventos.
Alexandre Simões é coordenador do Departamento de Esportes da Itatiaia e uma enciclopédia viva do futebol brasileiro
Jornalista pela PUC Minas, Pedro Leite é repórter de esportes da Itatiaia. Tem experiência na cobertura diária de portais, redes sociais e jornal impresso. Apaixonado por futebol, já passou pelo Superesportes.
Coordenador do esporte digital da Itatiaia. Construiu sua carreira no jornalismo esportivo digital. Grande experiência como repórter e editor-chefe. Passou por Superesportes, Estado de Minas, TV Alterosa, Veja BH, Canal 23 e colaborou com O Jogo (POR), Mundo Deportivo (ESP) e Levante EMV (ESP).
Guilherme Piu é jornalista esportivo com experiência multiplataforma: digital, revista, rádio e TV. Tem dois livros publicados e foi premiado em festivais de cinema no Brasil e no exterior, dentre eles o Cinefoot. Cobriu grandes eventos, como Copa do Mundo, Olimpíada, Copa América e torneios de futebol. Passou por Hoje em Dia, Uol e Revista Placar.
Emerson Pancieri é setorista do Cruzeiro na Rádio Itatiaia, onde atua desde 2016. Graduou-se em Jornalismo pela Newton Paiva, em 2009. Passou também por Transamérica, O Tempo, Band News, Rádio Globo e CBN (onde foi setorista do Cruzeiro de 2012 a 2016 e cobriu o bicampeonato brasileiro 2013 e 2014, além da Copa no Brasil).
Leia mais