Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Matheus Pereira brilha, Cruzeiro vence Tombense e volta à final do Mineiro

Cruzeiro venceu o Tombense com show do camisa 10 cruzeirense e festa da torcida no Mineirão

O Cruzeiro venceu o Tombense por 3 a 1 neste sábado (16), no Mineirão, na partida de volta das semifinais do Campeonato Mineiro. O primeiro gol celeste foi marcado pelo atacante Arthur Gomes, no primeiro tempo, após belíssima assistência de Matheus Pereira.

O zagueiro Zé Vitor fez um gol contra e outro a favor. Mas foi o craque o responsável por definir o placar. Matheus Pereira fechou a conta no fim do segundo tempo.

O camisa 10 foi um dos destaques do Cruzeiro na partida. Além da assistência e do gol, o meia ditou o ritmo do time, com passes em profundidade, organização e jogadas perigosas no ataque.

A vitória recoloca o Cruzeiro na final do Campeonato Mineiro. A última vez do clube na decisão estadual foi em 2022, ainda quando Paulo Pezzolano era o treinador do time.

Contra quem será a final?

O Cruzeiro ainda espera o adversário da final do Campeonato Mineiro. O rival sairá do duelo entre América e Atlético. O outro jogo da semifinal está marcado para este domingo (17), às 19h (de Brasília), no estádio Independência.

O Atlético tem a vantagem, pois venceu a primeira partida por 2 a 0. O time alvinegro joga pelo empate ou poderá até perder por 1 a 0 que garantirá vaga na final do Campeonato Mineiro.

O América precisa vencer por dois gols de diferença se quiser se classificar à final.

Festa da torcida

O torcedor do Cruzeiro aproveitou o sábado ensolarado para fazer grande festa no Mineirão. Nas arquibancadas, mais de 39 mil torcedores cantavam, agitavam balões e bandeiras, em um belo espetáculo no Gigante da Pampulha.

A cada gol do time de Nicolás Larcamón o torcedor agitava e fazia sua festa, com cânticos ou as lanternas dos celulares.

O time de basquete do Cruzeiro foi exaltado e cumprimentado pelos torcedores durante o intervalo. Os atletas, membros da comissão técnica e diretoria deram uma volta no gramado, a famosa “volta olímpica”, para comemorar o título da Copa Sul-Americana de basquete. O título foi conquistado no fim de fevereiro deste ano.

Volta olímpica

O Raposão, mascote do Cruzeiro, também deu a volta olímpica segurando a taça de campeão.

O jogo

O Cruzeiro mandou no jogo, controlou a partida e garantiu classificação à final do Campeonato Mineiro. O time celeste teve mais posse de bola e mais oportunidades de gol. Mesmo assim, no primeiro tempo marcou apenas uma vez, com Arthur Gomes e jogada muito bonita de Matheus Pereira.

O time celeste foi melhor no primeiro tempo, apesar de não ser tão efetivo por desperdiçar muitas chances. Na segunda etapa, o time ampliou o placar e tomou um gol após falha de marcação.

O segundo tempo foi mais controlado pelo Cruzeiro. Na parte técnica, mais “arrastado”. Mas, o time celeste garantiu o seu retorno á final do Estadual e aguarda Atlético ou América para a decisão.

foi muito superior no primeiro tempo e desde os primeiros segundos mostrou essa força ofensiva. Com cerca de 10 segundos, Arthur Gomes quase abriu o marcador. William, Rafael Elias e Matheus Pereira tiveram oportunidades nos minutos seguintes, mas desperdiçaram ou pararam em Felipe Garcia. De tanto pressionar, a Raposa abriu o marcador com Arthur Gomes, que completou passe açucarado de Matheus Pereira, aos 34. O Cabuloso poderia ter ampliado com William, que acertou a trave, mas o primeiro tempo terminou mesmo no 1 a 0. A melhor chance alvirrubra foi aos 22 minutos, quando Rafinha soltou um petardo de fora da área e parou em Rafael Cabral, que fez linda defesa para salvar a Raposa.

Cronologia do jogo

Aos 34 minutos do primeiro tempo, Matheus Pereira fez um lançamento espetacular para Arthur Gomes. O camisa 11 se infiltrou dentro da área como um foguete, cabeceia forte e coloca a bola debaixo das pernas do goleiro Felipe Garcia. O lance foi muito ajustado e teve análise do árbitro de vídeo. Com tudo certo, o juiz Felipe Fernandes de Lima confirmou: Cruzeiro 1 a 0.

Aos 23 minutos do segundo tempo, o zagueiro Zé Vitor, do Tombense, fez gol contra, após confusão enorme na defesa do Gavião Carcará: 2 a 0.

Aos 33 minutos do segundo tempo, Zé Vitor se redimiu. Após cruzamento na área, o zagueiro chegou sozinho, no alto, e fez o gol: 2 a 1.

CRUZEIRO 3 X 1 TOMBENSE

Cruzeiro

Rafael Cabral; William (Gasolina), Neris, João Marcelo e Villalba; Lucas Romero, Lucas Silva (José Cifuentes), Mateus Vital (Alvaro Barreal) e Matheus Pereira; Arthur Gomes (Ramiro) e Rafael Elias (Juan Dinenno). Técnico: Nicolás Larcamón.

Tombense

Felipe Garcia; Pedro Costa, Ednei, Zé Vitor e Emerson; Mikael (Rickson), Kaio Mendes (Djalma), Rafinha, Gustavo Modesto (Pierre); Felipinho e Igor Bahia. Técnico: Raul Cabral.

Motivo: jogo de volta da semifinal do Campeonato Mineiro
Data e horário: Sábado, 16 de março, às 16h30 (horário de Brasília)
Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e Celso Luiz da Silva
VAR: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira
Gol: Arthur Gomes (34' 1ºT), Zé Vitor (contra, 23' 2ºT), Zé Vitor (33' 2ºT) e Matheus Pereira (46' 2ºT)
Cartão amarelo: Rafinha, Pedro Costa (TOM)
Cartão vermelho: Não houve
Público: 40.158
Renda: R$ 1.689.992,50

Leia também

Participe dos canais da Itatiaia Esporte:

Guilherme Piu é jornalista esportivo com experiência multiplataforma: digital, revista, rádio e TV. Tem dois livros publicados e foi premiado em festivais de cinema no Brasil e no exterior, dentre eles o Cinefoot. Cobriu grandes eventos, como Copa do Mundo, Olimpíada, Copa América e torneios de futebol. Passou por Hoje em Dia, Uol e Revista Placar.
Leia mais