Ouça a rádio

Compartilhe

Corpo do suspeito da morte de Bárbara Victória foi liberado do IML e enterrado

Corpo de Paulo Sérgio de Oliveira deu entrada no IML sem documentos, e não tinha sido reclamado até esta quinta (4)

Bárbara foi encontrada morta dois dias depois de desaparecer em Ribeirão das Neves

O corpo de Paulo Sérgio de Oliveira, de 50 anos, foi liberado do Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte nesta quinta-feira (4). Ele é o principal suspeito de matar a menina Bárbara Victória, de 10 anos, no último fim de semana, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana.

Até esta manhã, familiares do homem ainda não tinham comparecido ao local para identificação. Conforme apurado pela Itatiaia, o corpo dele também já foi enterrado, mas os detalhes não foram divulgados por questões de segurança.

Paulo foi encontrado morto na casa de uma tia, na região Nordeste de BH, nessa quarta-feira (3). A mulher o encontrou sem vida, com sinais de enforcamento, e acionou a Polícia Militar. Segundo a Polícia Civil, há indícios de suicídio, mas a causa da morte será confirmada apenas após exames mais detalhados.

O suspeito foi flagrado por câmeras de segurança caminhando ao lado de Bárbara pouco antes do desaparecimento da criança, no domingo (31). Por falta de provas, ele foi liberado pela polícia. A mãe de Bárbara tinha informado à polícia que o homem já havia feito um serviço em sua casa anteriormente.

A PC coletou material genético de Paulo Sérgio, e os exames de DNA devem ficar prontos em até um mês, podendo confirmar ou não a participação dele no crime.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store