Ouça a rádio

Compartilhe

Advogada leva cão ao pet shop e busca animal sem um olho, no interior de Minas

Idamara Fernandes Oliveira, de 36 anos, foi até a Assembleia Legislativa de Minas Gerais, nesta sexta, para denunciar o caso 

Animal perdeu um dos olhos durante estadia em hotelzinho em Ipatinga

O que era para ser um fim de semana no hotelzinho terminou em tragédia para um cachorrinho, da raça shih-tzu, chamado Beethoven. Moradora de Ipatinga, no Vale do Aço, a advogada Idamara Fernandes Oliveira, de 36 anos, denunciou que levou seu cachorrinho para passar três dias em um petshop e o animal voltou com um ferimento grave em um dos olhos, que precisou ser removido por um veterinário.

Ela levou o caso, nesta sexta-feira (10), para o gabinete do deputado estadual Osvaldo Lopes, ativista pela causa animal.  O episódio ocorreu no dia 20 de maio.  “Eu fiz a contratação de um serviço de hotelzinho, banho e tosa para o meu cachorrinho que se chama Beethoven. Eu já tinha deixado ele outras vezes lá. Ele deu entrada no dia 20 de maio e ficaria até o dia 23”, contou a advogada.

O animal passaria três dias no local para que a  advogada viajasse para Belo Horizonte. 

Entretanto, no sábado (20), ela foi surpreendida pela ligação de um médico veterinário. “Ele disse que o Beethoven chegou lá ensanguentado, com  um quadro de hemorragia e que foi necessário retirar todo o seu globo ocular”, disse.

A advogada denunciou que, como tutora, não foi consultada para a autorização da cirurgia, da medicação,  ou sedação e que o estado de saúde do Beethoven não foi relatado pelo telefone.

“Eu retornei de viagem no outro dia, peguei Beethoven na clínica veterinária e fui direto ao estabelecimento do pet shop saber o que que tinha acontecido com o meu cachorro. Até então, ela não tinha nem ligado pra gente informando nada. Apenas mandou uma mensagem pelo WhatsApp perguntando qual era a idade do Beethoven”, contou.  O companheiro de Idamara respondeu a mensagem e perguntou se estava tudo bem com o animal. A proprietária disse que sim.

A dona do estabelecimento disse à tutora que estava dando banho em outro cachorro e que ela não viu o que aconteceu. “Eu perguntei: cadê a câmera? E ela simplesmente me disse que ali, onde os cachorros ficam, não tinha câmera de filmagem”, relatou.

A advogada registrou um boletim de ocorrência e fez uma denúncia na Secretaria do Meio Ambiente, no Ministério Público, na Vigilância Sanitária, na Ouvidoria da prefeitura de Ipatinga. “Revoltante demais”, indagou. 

Beethoven ainda poderá passar por um terceiro procedimento cirúrgico devido ao processo de cicatrização do grave ferimento.

A reportagem da Itatiaia entrou em contato com o pet shop, mas não teve retorno. O espaço está aberto caso o estabelecimento queira se manifestar.

Leia Mais

Mais lidas

Ops, não conseguimos encontrar os artigos mais lidos dessa editoria

Baixar o App da Itatiaia na Google Play
Baixar o App da Itatiaia na App Store

Acesso rápido