Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Menino que comeu lagartixa frita pela madrasta perdeu 3kg e está internado

O garoto de 11 anos foi internado pela terceira vez em Goiás, segundo a família

Garoto teria sido "desafiado" pela mãe da sua madastra a comer uma lagartixa

Garoto teria sido “desafiado” pela mãe da sua madastra a comer uma lagartixa

Banco de imagens | Freepik

Um menino de 11 anos que comeu lagartixa frita na cidade de Formosa, em Goiás, foi internado pela terceira vez nesta semana. Ele apresentou diarreia, fraqueza e dores de cabeça e perdeu 3 kg desde a ingestão do animal. O caso está sob investigação policial.

O incidente ocorreu em 6 de novembro, quando o garoto, curioso após quase matar uma lagartixa, aceitou o desafio da mãe da sua madrasta de caçar mais lagartixas.

Em depoimento à polícia, a mãe da madrasta confessou que limpou, temperou, fritou e serviu o réptil para o menino. A ingestão resultou em sua primeira internação no dia seguinte.

A Polícia Civil de Goiás (PCGO) apurou que a atual sogra do pai da criança informou ao menino que, em sua juventude, consumia lagartixas como um meio para escapar da fome.

O garoto retornou a uma Unidade Pronto Atendimento (UPA) na segunda (21) e na quarta-feira (22). De acordo com sua mãe, Raquel de Souza, ele pesava 45 kg e, hoje, esta com 42 kg.

COMER LAGARTIXA NÃO É RECOMENDADO

A ingestão de lagartixas não é recomendada pelos médicos. Comer lagartixas ou outros animais selvagens pode apresentar vários riscos à saúde, incluindo a possibilidade de transmissão de doenças, contaminação por substâncias tóxicas ou parasitas presentes nesses animais.

Lagartixas muitas vezes vivem em ambientes sujos, como em fendas de paredes, banheiros, ralos ou locais onde há acúmulo de sujeira. Isso aumenta o risco de contaminação, de acordo com profissionais da saúde.

Além disso, a estrutura óssea e a pele escamosa das lagartixas podem ser difíceis de digerir e causar problemas gastrointestinais nos humanos.

Formado em Jornalismo pela UFMG, com passagens pelo jornal Estado de Minas/Portal Uai e produção de vídeos para a Labe Tecnologia. Hoje, é repórter multimída da Itatiaia na área de Tendências Digitais.
Leia mais