Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Alegria, onde encontrá-la?

Parece uma resposta absurda, óbvia, mas essa é uma grande e poderosa verdade

Leia a coluna do pastor Paulo Mazoni deste domingo (30) na Itatiaia

Leia a coluna do pastor Paulo Mazoni deste domingo

Pixabay

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão é o mal do século XXI. Caracterizada por tristeza, ausência de prazer, distúrbios de sono e de apetite, oscilações de sentimentos e perda de interesse geral, estima-se que a depressão já atinge mais de 10% da população mundial, índice que aumenta a cada ano. Além da depressão, batem recordes os números de suicídios, de uso de drogas, de divórcios, dos ataques de violência e raiva, revelando que, com tanto vazio existencial, tanta ansiedade e frustração, somos uma geração cada vez mais triste, mesmo buscando alegria a qualquer preço.

Mas há um antídoto para a tristeza: é a alegria! Parece uma resposta absurda, óbvia, mas essa é uma grande e poderosa verdade. A Bíblia Sagrada, que é a Palavra do Deus Criador, afirma, em Provérbios 17.22, que “O coração alegre é bom remédio, mas o espírito abatido consome as forças”. É isso mesmo, alegria no coração é o remédio para a tristeza. E tristeza consome as forças, rouba o ânimo e a vontade de viver de tanta gente. Quanto maior a alegria no coração, maior será a cura e melhor será a nossa saúde e a vida toda.

Então, a grande pergunta é: onde podemos obter alegria? A Palavra de Deus oferece a resposta: “na presença de Deus há plenitude de alegria, à tua direita, há delícias perpetuamente.” (Salmo 16.11). Há alegria abundante e gratuita na presença de Deus. É na comunhão com Deus que o ser humano, criado por Ele à sua imagem e semelhança, encontra alegria verdadeira e duradoura. Por isso, Moisés, um dos maiores líderes da história, orava assim: “Sacia-nos de manhã com a tua bondade, para que cantemos de júbilo e nos alegremos todos os nossos dias.” (Sl 90.14). Ele sabia que a presença de Deus na nossa vida diária é a maior fonte de alegria, uma alegria que, sem Deus no coração, somos incapazes de alcançar.

Muitos perguntam: “mas onde Deus está?” Ele está em todo lugar, porque Ele é Deus. Mas Jesus prometeu que, de forma pessoal e acessível, Deus está em nosso quarto, quando fechamos a porta para um tempo de oração e adoração. “Vá para seu quarto, feche a porta e ore a seu pai, que está em secreto. Então seu Pai, que vê em secreto, o recompensará”, disse Jesus no Sermão da Montanha. Ou seja, basta fechar a porta e orar, que Deus estará lá, pronto para ouvir nossa oração e levar os nossos fardos. E o resultado de um tempo de oração à sós na presença dele sempre será grande paz e alegria no coração. Você já experimentou orar? Mas não é só no quarto, mas também nos encontros de adoração e culto a Deus, pois Jesus também garantiu que “onde se reunirem dois ou três em meu nome, ali estou no meio deles“ (Mt 18.20). Ele está no meio dos louvores de seu povo, e sua presença inunda o coração dos sinceros adoradores, levando-os de volta pra casa cheios de alegria e fé.

Algumas pessoas pagam tão caro por um momento de alegria. Mas alegria duradoura é gratuita. Está à disposição de todos que decidirem buscar a verdadeira alegria na presença de Deus. Ao fazerem essa escolha, terão um coração mais alegre e encontrarão cura e plenitude.

Portanto, lute por sua alegria. Lute contra seus preconceitos, sua autossuficiência, sua incredulidade e tome a decisão de começar a buscar a presença de Deus. Experimente, e descubra que na presença de Deus há abundância de alegria, aquela que não depende de circunstâncias. É muito mais fácil do que se pensa, e nem precisa sair de casa para comprar. É gratuita, é abundante e é permanente. Busque e encontre sua alegria em Deus.

Paulo Mazoni é pastor presidente da Igreja Batista Central de Belo Horizonte e exerce ministério desde 1988.
Leia mais