Ouvindo...

Times

Dupla que assediou jovem e deu garrafada em cantora em boate de BH é indiciada

Suspeitos podem responder na Justiça por importunação sexual e agressão; autor da garrafada é o mesmo que matou um sargento da PM dois dias depois

A Polícia Civil indiciou, nesta sexta-feira (20), o homem de 34 anos acusado de dar uma garrafada em uma cantora durante um evento em uma boate nas proximidades da Avenida Portugal, no último domingo (15). A jovem foi agredida após tentar defender uma amiga, de 26 anos, que foi assediada por outro homem.

O responsável pela garrafada foi indiciado por agressão contra duas mulheres. Já o outro homem de 35 anos, acusado de tentar abrir o ziper da jovem de 26 anos por duas vezes, foi indiciado por importunação sexual. A investigação foi conduzida pela 3ª Delegacia de Polícia Civil em Venda Nova.

Conforme a Itatiaia revelou em primeira mão nesta sexta-feira (20), o autor da garrafada é o mesmo homem que tomou a arma de um sargento após uma briga de trânsito e matou o militar com dois tiros na terça-feira (17), no bairro São Bernardo, também na capital mineira. O suspeito foi preso um dia depois na Ocupação Dandara, escondido junto com dois membros de uma torcida organizada do Cruzeiro.

  • 📲 Já se inscreveu no canal da Itatiaia no Whatsapp? Clique aqui e receba as principais notícias do dia. 🤳🏼

  • ⚠️ Os grupos e comunidades da Itatiaia serão desativados em breve. Por isso, se inscreva no canal pra ficar sempre atualizado.⚠️

Relembre o caso

A cantora Laura Ferrer, de 25 anos, foi agredida com uma garrafada na cabeça ao tentar defender uma amiga que estava sendo assediada em uma boate na avenida Portugal, na região da Pampulha, em Belo Horizonte, na madrugada de domingo (15). Durante o evento no Central Pub BH, um homem teria tentado abrir a roupa da amiga dela duas vezes. Na segunda tentativa, as duas começaram a discutir com o assediador e, no meio da confusão, um segundo homem se aproximou e mandou as duas mulheres ficarem quietas, “senão ele iria matá-las”.

A jovem jogou um copo de cerveja no homem para se defender e, logo depois, o suspeito jogou uma garrafa de vidro na cabeça dela, começando a sangrar logo em sequência. Laura disse aos policiais que foi socorrida por amigos e afirmou que os seguranças da boate não deram nenhum tipo de apoio a ela e a amiga. Do lado de fora da boate, os dois homens voltaram a ameaçar as duas mulheres antes de fugirem do local, em direção ao bairro São Tomaz.

Jornalista formado pela UFMG, com passagens pela Rádio UFMG Educativa, R7/Record e Portal Inset/Banco Inter. Colecionador de discos de vinil, apaixonado por livros e muito curioso.
Cursou jornalismo no Unileste - Centro Universitário Católica do Leste de Minas Gerais. Em 2009, começou a estagiar na Rádio Itatiaia do Vale do Aço, fazendo a cobertura de cidades. Em 2012 se mudou para a Itatiaia Belo Horizonte. Na rádio de Minas, faz parte do time de cobertura policial - sua grande paixão - e integra a equipe do programa ‘Observatório Feminino’.
Leia mais