Ouvindo...

Times

Morre O.J. Simpson, vítima de câncer, aos 76 anos

Ex-jogador da NFL, julgado e absolvido pelo assassinado da ex-mulher, tratava um câncer

O.J. Simpson morreu nessa quarta-feira (10), aos 76 anos, em Las Vegas, durante o tratamento de um câncer. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (11) pela família do ex-jogador de futebol americano, julgado e absolvido pelo assassinato da ex-mulher Nicole Brown Simpson e de Ron Goldman, na década de 1990.

“No dia 10 de abril, o nosso pai, Orenthal James Simpson, sucumbiu à sua batalha contra o câncer. Ele estava cercado por seus filhos e netos”, disse a nota divulgada na conta oficial do ex-atleta da NFL. “Durante este período de transição, a família dele pede que você respeite seus desejos de privacidade e graça”, encerra o texto.

Leia também

O.J. estava em tratamento para um câncer de próstata há alguns anos e teria precisado de cuidados paliativos nos últimos meses, conforme divulgado pelo TMZ. Em fevereiro, ele negou que estivesse sendo submetido a cuidados paliativos, apesar de não ter mencionado o diagnóstico de câncer. No último ano, ele chegou a mencionar que havia “pegado” um tipo da doença, mas sugeriu que já estava recuperado.

Uma das últimas aparições públicas do ex-atleta foi em janeiro deste ano, quando foi clicado por paparazzi usando uma bengala. À época do Super Bowl LVIII, no mês seguinte, O.J. apareceu em um vídeo gravado em casa, demonstrando a torcida pelo San Francisco 49ers - que acabou perdendo a final contra o Kansas City Chiefs.


Participe dos canais da Itatiaia:

Maria Clara Lacerda é jornalista formada pela PUC Minas e apaixonada por contar histórias. Na Rádio de Minas desde 2021, é repórter de entretenimento, com foco em cultura pop e gastronomia.


Leia mais