Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Turista francês encontra diamante de 7,46 quilates em parque dos Estados Unidos

O espaço tem uma área de cerca de 150 mil metros quadrados reservada para a procura de diamantes; esta é a maior pedra encontrada desde 2020

Um turista francês encontrou um diamante de 7,46 quilates no parque Cratera de Diamantes, no Arkansas, nos Estados Unidos. O caso aconteceu em 11 de janeiro deste ano, durante a primeira visita do homem ao local.

O espaço tem uma área de 37,5 acres (cerca de 150 mil metros quadrados) reservada para a procura de diamantes. Segundo a administração do parque, esta é a maior pedra registrada desde 2020.

O parisiense Julien Navas havia viajado para os Estados Unidos para ver o lançamento do foguete Vulcan Centaur da United Launch Alliance, no Cabo Canaveral, na Flórida. Durante a viagem, Navas incluiu a visita ao parque na lista de pontos turísticos a serem visitados no país. Segundo ele, o parque despertou seu interesse porque ele já havia garimpado ouro e procurado fósseis anteriormente.

Poucos dias antes da visita do turista, havia chovido na região do parque, o que tornou o solo úmido e lamacento. Após comprar o ingresso, Naves alugou um kit básico de caça aos diamantes, foi até a área de buscas e começou a cavar.

Segundo o superintendente assistente do parque, Waymon Cox, é comum que grandes diamantes sejam encontrados na superfície da área. "À medida que a chuva cai no campo, ela remove a sujeira e revela rochas pesadas, minerais e diamantes perto da superfície”, explicou.

Leia também

‘Estou tão feliz’, disse francês após encontrar pedra preciosa

Depois de procurar por horas, o francês levou as pedras recolhidas para serem analisadas no Centro de Descoberta de Diamantes, onde foi constatado que uma delas tratava-se de um diamante. “Estou tão feliz! Só consigo pensar em contar à minha noiva o que descobri”, comemorou Navas.

De acordo com a administração do parque, o diamante encontrado é marrom, arredondado e tem, mais ou menos, o tamanho de uma goma de mascar. "É sempre tão emocionante ver visitantes de primeira viagem encontrarem diamantes, especialmente diamantes grandes como este!” disse a intérprete do parque, Sarah Reap.

Animado com a descoberta, o francês disse que, agora, planeja voltar ao local com a filha. "É um lugar mágico, onde o sonho de encontrar um diamante pode se tornar realidade! Foi uma verdadeira grande aventura”, afirmou.

Ao encontrarem um diamante, os visitantes podem batizá-los com algum nome. Naves decidiu nomear a pedra de ‘Diamante Carine’, em homenagem à noiva. Ele disse que espera cortar a pedra ao meio para dar metade para a filha e a outra metade para a noiva.

Mais de 75 mil diamantes já foram encontrados no local

Segundo a administração do parque, o ‘Diamante Carine’ é o quinto registrado em 2024. Esta é a maior pedra descoberta desde 2020 - quando Kevin Kinard encontrou um diamante de 9,07 quilates - e a oitava maior desde que a Cratera dos Diamantes se tornou um Parque Estadual em 1972.

Ao todo, mais de 75 mil diamantes foram descobertos no Parque Estadual Cratera de Diamantes. O maior diamante já descoberto nos Estados Unidos foi descoberto no mesmo local, porém antes da área se tornar um parque estadual, em 1924.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Fernanda Rodrigues é repórter da Itatiaia. Graduada em Jornalismo e Relações Internacionais, cobre principalmente Brasil e Mundo.
Leia mais