Ouvindo...

Times

Chelsea avança por Estêvão, do Palmeiras, e pode superar valor da multa rescisória

Atacante fica mais perto de reforçar clube inglês a partir de abril de 2025, quando completa 18 anos

O desejo do Chelsea de contar com o atacante Estêvão, do Palmeiras, está cada vez mais próximo de se concretizar. O clube inglês continua avançando nas conversas para contar com o atleta e pode superar o valor previsto na multa contratual para ter a revelação alviverde a partir do próximo ano, quando o jogador completa 18 anos.

A Itatiaia confirmou que as tratativas estão evoluindo desde que o jogador passou a ser observado com maior interesse pelo Chelsea. A multa contratual de Estêvão para deixar o Palmeiras está na casa dos 45 milhões de euros (aproximadamente R$ 246 milhões). O clube detém 70% dos direitos econômicos, enquanto o restante é da família do atacante.

Segundo jornalista Fabrizio Romano, especialista no mercado de transações do futebol, o Chelsea está disposto a pagar o valor da multa, acrescentando 20 milhões de euros (R$ 111 milhões) em bônus por metas atingidas.

O Palmeiras, com as contas equilibradas, ainda trata da negociação sem pressa em busca do melhor acordo para o clube.

Estêvão virou titular do Palmeiras nesta temporada. Até o momento, são 16 jogos, com três gols e uma assistência. Atuando preferencialmente pela ponta direita, o atleta se destaca pela velocidade e habilidade.

Orçamento do Palmeiras para venda de atletas

Com cada vez mais espaço no time profissional do Palmeiras, a joia Estêvão tem um valor estipulado em multa rescisória que pode cobrir quase a totalidade do que o clube pretende arrecadar com a venda de jogadores nesta temporada.

Segundo o orçamento apresentado pela gestão da presidente Leila Pereira ao conselho deliberativo, o Alviverde projeta uma arrecadação de R$ 880 milhões - R$ 41 milhões a mais do que faturou no ano passado.

Dentro de valor, está previsto ganhos de R$ 295,1 milhões com a venda dos direitos de atletas. A multa rescisória de Estêvão está na casa do 45 milhões de euros, algo em torno de R$ 246,7 milhões. O Palmeiras, contudo, tem direito a 70% deste valor, que seria de 31,5 milhões de euros (R$ 194 milhões).

Histórico de Estêvão no Palmeiras

Em 24 abril de 2021, Estêvão completou 14 anos e poderia assinar o primeiro contrato com vínculo não profissional. Foi quando a família e seus representantes decidiram levá-lo para o Palmeiras, colocando fim na passagem pelo Cruzeiro, iniciada em 2017.

A saída de Estêvão fez a diretoria do Cabuloso emitir uma nota oficial, lamentando o episódio e afirmando que a mudança foi “guiada de maneira bastante questionável pelo seu staff, que faltou com respeito e profissionalismo para com a instituição, dando um mau exemplo para o próprio garoto”.

A diretoria ainda acusou o Palmeiras de aliciamento, mas o clube alviverde rebateu e afirmou que a promessa estava livre no mercado e que agiu dentro dos princípios de ética e jurídicos.

No Palmeiras, Estêvão deixou as polêmicas para trás e passou a se destacar no que sabe fazer melhor, que é estar dentro de campo jogando futebol.

Cresceu fisicamente e tecnicamente. Aos 16 anos, assinou o primeiro vínculo profissional até abril de 2026 com uma multa rescisória estipulada em 45 milhões de euros, cerca de R$ 245 milhões.

Estêvão é considerado um dos destaques da geração de R$ 1 bilhão do Palmeiras, que ainda tem o atacante Endrick e o meia-atacante Luis Guilherme. Ele, no entanto, é o mais jovem dos três.

No ano passado, o jogador virou o terceiro atleta mais jovem a fazer um jogo pelo Palmeiras ao, curiosamente, entrar em campo no empate em 1 a 1 com o Cruzeiro, a sua primeira equipe. Na ocasião, tinha com 16 anos, sete meses e 12 dias.

Já nesta temporada, na estreia como titular do Palmeiras, Estêvão não se acanhou. Diante de 28 mil pessoas, aos 16 anos, 11 meses e 18 dias, fez história com o gol marcado na vitória sobre o Liverpool-URU, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores.

Agora, ele é o terceiro jogador mais jovem do Palmeiras a balançar as redes.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Brenno Costa é jornalista multimídia formado pela Universidade Católica de Pernambuco e pós-graduado em comunicação e marketing pela Estácio. Atualmente, é correspondente da Itatiaia em São Paulo. Antes, trabalhou na Folha de Pernambuco, Diario de Pernambuco/Superesportes e no Globo Esporte.
Leia mais