Ouvindo...

Times

Após eliminação, técnico do Vitória lamenta regulamento da Copa do Nordeste

Leão terminou a 1ª fase do torneio com 14 pontos e ficou com a quinta colocação do Grupo A

Após a eliminação da Copa do Nordeste, o técnico do Vitória, Léo Condé, lamentou o regulamento da Copa do Nordeste. Mesmo com os 14 pontos conquistados no Grupo A, o Leão terminou a 1ª fase na quinta colocação e ficou de fora das quartas de final. O Náutico, que fez somente sete pontos, avançou na 4ª posição do Grupo B.

“São coisas do futebol brasileiro. Você com 14 pontos não classificar, e outra equipe, de outra chave, com 7 pontos, classificar. Mas não adianta chorar, foi feito dessa forma”, declarou o profissional.

Na Copa do Nordeste, as chaves se enfrentam entre si. Portanto, é possível haver situações como as da Copa do Nordeste de 2024, em que o lanterna do Grupo A, o River-PI, teve 10 pontos, e o segundo colocado do Grupo B, o Fortaleza, teve oito.

Nesta quarta-feira (27), o Rubro-Negro baiano até fez sua parte ao vencer o Treze-PB no Barradão, por 3 a 0. No entanto, os resultados dos adversários diretos não ajudaram.

Condé optou por escalar uma equipe reserva, visando priorizar a final do Campeonato Baiano. O Vitória encara o Bahia no próximo domingo (31), no Barradão, às 16h, pela primeira partida da decisão.

“Conseguimos fazer uma partida que tivemos amplo domínio. De um modo geral, foi uma vitória consistente mesmo com o time alternativo (...) Estamos chateados como todo torcedor do Vitória está [com a eliminação]. Mas estamos fazendo coisas boas. Muita gente imaginou que teria uma distância grande do rival [Bahia] para o Vitória, mas mostramos que temos capacidade para fazer bons jogos”, disse o treinador.

Leia também

Participe dos canais da Itatiaia Esporte:

Nuno Krause é correspondente da Itatiaia na região Nordeste. Formado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), acumula passagens por Bahia Notícias, Jornal A TARDE e Rádio Salvador FM. Atua no jornalismo esportivo desde 2019.
Leia mais