Ouvindo...

Times

Presidente do São Paulo reage à acusação de John Textor: ‘Não pode ficar assim’

Julio Casares diz que busca medidas no STJD, esfera cível e criminal após dono da SAF do Botafogo acusar atletas do clube de manipulação de resultado; veja vídeo

O dono da SAF do Botafogo, John Textor, provocou uma reação em cadeia após acusar rivais do futebol brasileiro de participarem de manipulação de resultados na Série A do Campeonato Brasileiro. Depois de o Palmeiras acionar o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o presidente do São Paulo, Julio Casares, também prometeu, nesta terça-feira (2), que irá recorrer à entidade, além das esferas cível e criminal.

O cartola tricolor quer que o norte-americano esclareça a acusação de que cinco atletas do São Paulo participaram da manipulação de resultado, quando o Tricolor foi goleado por 5 a 0 pelo Palmeiras, no Allianz Parque, no dia 25 de outubro, em duelo válido pela 29ª rodada da competição da Série A do ano passado.

Textor levantou a acusação em seu site oficial sem mostrar provas.

“Isso não pode ficar assim. O São Paulo está tomando medidas práticas junto ao STJD, à esfera cível e criminal. Lamentável que instituições importantes do nosso futebol sejam atingidas por um ato impensado, irresponsável”, disse Casares, em pronunciamento na SPFC TV, canal do clube.

“Que ele prove, mostre documentos, mas não fale abertamente assim, atingindo milhões de torcedores, atletas e uma instituição. (...) Nada vai ficar escondido. O São Paulo quer esclarecimento. Ele vai ter oportunidade de esclarecer o que falou. Se são questões subjetivas, que ele se retrate. Se são questões objetivas, que ele demonstre o que ele falou”, acrescentou.

Casares demonstrou insatisfação clara ao gestor da SAF alvinegra e reforçou, ao fim do pronunciamento, que tomará medidas contra o cartola.

“Para finalizar, eu quero dizer ao senhor John Textor que, se ele não conhecia a instituição São Paulo Futebol Clube, agora ele vai começar a entender o que é ser São Paulo Futebol Clube.”

Essa foi a segunda manifestação pública do clube tricolor. Na última segunda-feira (1), o São Paulo já havia emitido uma nota oficial em que lamentava a atitude de John Textor.

Leia também

Participe dos canais da Itatiaia Esporte:

Brenno Costa é jornalista multimídia formado pela Universidade Católica de Pernambuco e pós-graduado em comunicação e marketing pela Estácio. Atualmente, é correspondente da Itatiaia em São Paulo. Antes, trabalhou na Folha de Pernambuco, Diario de Pernambuco/Superesportes e no Globo Esporte.
Leia mais