Ouvindo...

Times

Gramado volta a ser assunto no Palmeiras, e Abel diz qual é o melhor do Brasil

Treinador surpreende com resposta e aponta a Neo Química Arena, do Corinthians, como estádio com melhor condição de jogo

O gramado é um tem recorrente na temporada do Palmeiras. Seja pelos problemas enfrentados no início do ano, em que o time se ausentou do Allianz Parque por dois meses, seja pela opinião dos rivais que criticam o piso sintético do estádio alviverde. Nesse domingo (21), como é quase regra, o técnico Abel Ferreira voltou a tocar no assunto. Só que, dessa vez, foi de maneira supreendente.

O treinador português avaliou as condições de jogo pelo país e apontou a grama da Neo Química Arena, do Corinthians, como a melhor do Brasil. Foi um elogio direto ao maior rival do Palmeiras.

“Para ser sincero há gramados naturais muito piores que nosso sintético. O Athletico foi o primeiro, Palmeiras o segundo e o Botafogo o terceiro. Quando a CBF conseguir ter uma qualidade igual tem o gramado do Corinthians, onde só joga ele, aí podem reclamar do sintético. Aquele jogo City x Real Madrid parecia o tapete lá de casa, aí poderemos falar do gramado. Quando todos tiverem gramados bons, poderemos falar. 80% dos gramados aqui não são bons”, avaliou Abel.

“Para mim o melhor é o do Corinthians. Somos rivais, sim, mas eu falo. Quando todos tiverem um gramado como o do Corinthians, poderemos falar alguma coisa”, acrescentou.

Presidente do Palmeiras x Presidente do Flamengo

Abel Ferreira também elogiou a presidente Leila Pereira, que rebateu as críticas do presidente do Flamengo, Rodolfo Landim. O gestor rubro-negro ironizou o fato de o Alviverde retornar ao Allianz Parque, com seu gramado sintético, justamente no confronto com o Flamengo, dias após ter enfrentado Internacional na Arena Barueri.

A comandante do Palmeiras foi rápida para rebater a declarção. Em entrevista ao Globo Esporte, lembrou dos títulos recentes da Copa Libertadores e Supercopa Rei conquistados em cima do rival em grama natural.

Abel, por sua vez, gostou do embate e comparou a postura de Leila Pereira a uma jogada bem executada pelo seu time.

“Eu gosto das mulheres porque são diretas. Eu sou o que sou porque minha esposa porque ela é quem é. Mas eu, para ser sincero, gostei da resposta da Leila. Aqui no sintético, eu ainda não consegui ganhar do Flamengo, mas na grama natural eu já ganhei”, afirmou o treinador.

“Até para vocês é bom ter essa pimenta e sal, sem faltar o respeito. Os dois presidentes respeitam os clubes, e que ninguém me leve a mal, mas é bom uma pimenta e um sal. E vocês têm a capacidade para colocar essa pimenta para a comida ficar boa. Diria que a resposta foi um bom cruzamento, que nossos centroavantes finalizaram bem”, acrescentou.

Palmeiras e Flamengo duelaram no último domingo pela terceira rodada da Série A. Em um jogo de poucas chances, as equipes ficaram no empate em 0 a 0.

Leia também


Participe dos canais do Itatiaia Esporte:

Brenno Costa é jornalista multimídia formado pela Universidade Católica de Pernambuco e pós-graduado em comunicação e marketing pela Estácio. Atualmente, é correspondente da Itatiaia em São Paulo. Antes, trabalhou na Folha de Pernambuco, Diario de Pernambuco/Superesportes e no Globo Esporte.
Leia mais