Ouça a rádio

Ouvindo...

Times

Na chegada ao Grêmio, Diego Costa se defende de críticas por passagem no Atlético

Em sua apresentação como jogador do Grêmio nesta quinta-feira (15), o centroavante falou sobre as polêmicas que foi alvo quando atuou pelo Galo

Desde o anúncio, a contratação de Diego Costa no Grêmio não foi uma unanimidade entre os tricolores. Seja ainda pelo saudosismo e comparação com Luis Suárez, seja pelas polêmicas recentes que o centroavante esteve envolvido.

Nesta quinta-feira (15), em sua apresentação oficial como jogador do Tricolor, no CT Luiz Carvalho, o atleta aproveitou a oportunidade para defender-se das críticas que sofreu recentemente.

Sua passagem pelo Atlético, em 2021, foi no final marcada por polêmicas. À época, Diego teria reclamado das condições e estrutura da Cidade do Galo, afirmando que o CT não era de “nível europeu”. Nos bastidores, o atacante também teria tido problemas com o ex-técnico Cuca.

Na entrevista coletiva no Grêmio, o atacante afirmou que as informações e “fofocas” sobre ele não ser bom de vestiário são típicas do Brasil.

“Em relação a essa questão de grupo, isso é do Brasil, o povo brasileiro de inventar coisa, na Europa eu joguei em grandes times e sempre me dava bem com todo mundo. Sei de onde vêm essas informações, é do primeiro clube (Atlético) que estive aqui, questões pessoais com uma pessoa lá só uma”, revelou.

“Sobre o Cristiano (Nunes, preparador físico) a gente fala até hoje, a gente foi campeão junto, é clima de festa. A imprensa vende às vezes uma imagem ruim. Nunca quis desmentir nada, sei o companheiro que eu sou, o amigo, o pai. O tipo de informação como essa vira dúvida. Isso mancha um pouco a imagem, como jogador dentro de campo sou profissional, no grupo sou parceiro, sou agradável, não tenho ego, não trago isso, tenho minha história. Tento ganhar o carinho, o respeito. Isso foi de uma pessoa específica por eu não ter ficado lá no Galo, ele começou a fazer coisas inverídicas. Não sou do nível dessa pessoa, não vou rebater”, disparou Diego sem revelar o alvo de suas críticas.

Apesar das polêmicas, Diego foi vitorioso em sua passagem pelo Atlético. Na passagem relâmpago, de agosto até o final de 2021, o centroavante, que disputou posição com Hulk, marcou cinco gols em 19 jogos.

Naquela temporada, o brasileiro naturalizado espanhol conquistou o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil pelo Galo.

O jogador deixou o clube mineiro oficialmente em janeiro de 2022, antes mesmo do término do seu contrato. À época, o jogador afirmou que precisou deixar Belo Horizonte pois suas filhas, que cresceram na Espanha, não se adaptaram ao Brasil.

Participe do canal da Itatiaia no Whatsapp e receba as principais notícias do dia direto no seu celular. Clique aqui e se inscreva.

Gaúcha de Porto Alegre, Mauri Dorneles é formada em Jornalismo pela PUC-RS e trabalha como correspondente do portal Itatiaia Esporte no Sul do Brasil. Também cursou Cinema. Antes da Itatiaia, passou por Correio do Povo, Record RS, Rádio Grenal, RBS TV e Band.
Leia mais